Hollywood vs Weinstein: Academia Cinematográfica considera expulsão

Weinstein, de 65 anos, é suspeito de assediar jovens atrizes e assistentes

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 14/10/2017 15:23 / atualizado em 14/10/2017 15:45

AFP/LOIC VENANCE
A Academia do Cinema dos Estados Unidos se reunirá em caráter de urgência neste sábado (14/10) para tomar medidas diante do escândalo sexual que envolve Harvey Weinstein, um dos produtores mais poderosos de Hollywood e que agora é o símbolo do lado mais obscuro da sétima arte.

Weinstein, de 65 anos, caiu em desgraça quando o jornal The New York Times publicou em 5 de outubro um explosivo artigo sobre os seus assédios, principalmente contra jovens atrizes e assistentes. Desde então começaram as acusações públicas.

A Academia, encarregada de entregar o Oscar, tachou o conteúdo das denúncias de "repugnante, abominável e antiético" com seus padrões e "a comunidade de criadores que representa".

A partir das 10h locais (14h de Brasília) analisará as acusações contra o outrora magnata do cinema, cujos filmes receberam mais de 300 indicações ao Oscar e 80 estatuetas, e tomará "atitudes".
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.