Escritora e ilustradora Angela Lago morre aos 71 anos, em Minas Gerais

Uma das mais importantes ilustradoras e autoras de livros infantis do país, mineira revolucionou a linguagem do gênero

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 22/10/2017 14:57 / atualizado em 22/10/2017 15:02

 Tulio Santos/EM/D.A Press
A escritora e ilustradora Angela Lago, de 71 anos, morreu na madrugada deste domingo. Autora de mais de 30 livros, premiada no Brasil e no exterior, a artista criou um universo próprio e singular e deu nova dimensão à literatura infantil brasileira. Angela Lago vivia atualmente em um sítio em Jaboticatubas. O velório será realizado na Santa Casa de Belo Horizonte neste domingo.

Nascida em Belo Horizonte, formou-se na Escola de Serviço Social da PUC-MG. Viveu nos Estados Unidos, na Venezuala e na Escócia. De volta ao Brasil, em 1975, dedica-se à literatura infantil. Seus livros trazem uma linguagem inovadora, mesclando referências das artes plásticas contemporâneas à tradição popular brasileira, além de textos poéticos.


A obra de Angela lago se destaca pela delicada articulação entre imagem e texto, criando sentidos que superam a mera ilustração. Lançou seus primeiros livros em 1980 e sua produção é bastante vasta, explorando diferentes recursos gráficos de espaço e tempo de maneira inovadora.

Foi também pioneira no uso das narrativas na internet e atuou como tradutora. Colaborou com inúmeros escritores e artistas mineiros, ilustrando e fazendo parcerias em publicações. Em 2016, lançou um livro de poemas – ‘O caderno do jardineiro’ – com imagens de plantas e fruto de sua vivência em Biribiri, distrito de Diamantina, onde morou.
 

Homenagem 

O escritor Afonso Borges, idealizador do Sempre um papo, lametou a partida da escritora e afirmou que ela seria homenageada na próxima edição da Fliaraxá, que acontece de 15 a 19 de novembro em Araxá. Não o foi devido a um acidente doméstico, mas era o nome previsto para a edição do ano que vem. "Domingo com cigarras cantando, antes do meio dia. Os antigos dizem que isso é anúncio de temporada de chuva muita. Mas o canto das cigarras chega com outro anúncio: Angela Lago ficou encantada", escreveu em seu perfil do Facebook. 
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.