Confira lançamentos do mundo sertanejo

O 'Diversão&Arte' preparou um pacote com as novidades de artistas como Naiara Azevedo e Aviões do Forró

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/12/2017 06:16 / atualizado em 05/12/2017 16:11

Juliana Coutinho/Divulgação
 
 
Há alguns anos, a música sertaneja é o estilo musical que acumula mais lançamentos. Praticamente todo ano, os artistas do cenário divulgam novos trabalhos. O Diversão & Arte apresenta os mais recentes CDs e DVDs do gênero, que passam por álbuns da dupla João Neto & Frederico e dos cantores Naiara Azevedo, Fernanda Costa e Felipe Araújo.

Para celebrar os 10 anos de carreira, a dupla João Neto & Frederico gravou o material Em sintonia. Com 24 faixas, o disco reúne canções compostas pelos irmãos e também por outros compositores. “Tentamos escolher músicas que marcassem nosso público”, explica João Neto. Gravado em Goiânia, cidade natal da dupla, o material tem ainda participação especial de Jorge & Mateus (Prisioneiros), Simone & Simaria (Rapariga) e Mc Kevinho (Cê acredita).

Duas perguntas // João Neto & Frederico

Assim como aconteceu com outros sertanejos vocês gravaram com um artista do funk. Como vêem essa aproximação entre o funk e o sertanejo?
Frederico: Essa aproximação acontece para acrescentar mais energia tanto para o funk como para o sertanejo. São dois estilos diferentes, mas que, quando se juntam, ninguém fica parado.

Vocês já estão no cenário sertanejo há bastante tempo, como enxergam as mudanças dentro do estilo musical nos últimos anos e que balanço fazem desse tempo de carreira?
João Neto: As mudanças são necessárias, pois o público quer sempre novidade, quer sentir novas emoções por meio da música. Já temos mais de 10 anos de carreira e podemos dizer que crescemos muito como pessoas e como profissionais. Daqui para frente, nosso desejo é continuar evoluindo e cantar cada vez mais para mais pessoas.

Depois de lançar dois álbuns, a cantora Naiara Azevedo chega ao terceiro trabalho da carreira, o CD/DVD Contraste. O disco marca o reconhecimento da artista dentro do cenário sertanejo após o sucesso do hit 50 reais. “Este trabalho veio para mostrar os contrastes que a vida me apresentou e as diversidades vivenciadas”, explica a artista.

A produção foi gravada no Morro do Vidigal e deu origem a um DVD com 21 faixas, sendo quatro gravadas com participações especiais, que já se tornaram sucessos: Avisa que eu cheguei (Ivete Sangalo), Vira a faixa cidadão (Gusttavo Lima), Mentalmente (MC Kevinho) e Maldade dobrada (Wesley Safadão).

Duas perguntas // Naiara Azevedo

Nos dois últimos anos as mulheres ganharam destaque na música sertaneja. A que atribui isso?

Acredito que as mulheres cansaram de ouvir músicas sertanejas que falavam apenas do ponto de vista masculino. As cantoras sertanejas atuais passaram a cantar músicas menos românticas e que falassem da volta por cima, onde a mulher é a personagem principal.
 
O sertanejo passou por muitas mudanças nos últimos anos ganhando influências de diferentes ritmos. Isso é bastante perceptível em seu trabalho. Quais são as suas influências musicais?
Cresci escutando Chitãozinho e Xororó, Roberta Miranda, Zezé di Camargo e Luciano... Minhas maiores influências foram sertanejos mesmo.


Nova geração do sertanejo


Destaque no sertanejo em 2017, o cantor Felipe Araújo apresentou neste ano o álbum 1 dois 3 – Ao vivo em Goiânia, que serviu para alavancar a carreira do jovem, com emplacou hits como Chave cópia e A mala falsa. “Passei nove meses preparando esse álbum. Eu queria músicas que a galera fosse se identificar, que tocassem os corações”, explica.

Na gravação, Felipe contou com a presença de amigos e ídolos do sertanejo, como Jorge & Mateus (Chave cópia), Henrique & Juliano (A mala é falsa), Zezé di Camargo & Luciano (Para que deixar pra amanhã), Simone & Simaria (Me chama outra vez) e Leonardo em parceria com João Reis, pai do cantor (Eu quero ser seu dono).
 
Outra novidade deste ano, a cantora Fernanda Costa lançou o primeiro DVD da carreira, Tempo contado Ao vivo, e já estourou com a faixa Chame o juiz, que foi a última música a entrar na lista do álbum. Do Paraná, mas com criação no Tocantins, a artista começou a cantar na infância ao lado do tio, até que na adolescência fez parte de uma banda. “Hoje tenho a oportunidade de mostrar meu trabalho de forma profissional pelo Brasil”, comemora. O material de estreia da artista tem 16 faixas, sendo três com participações especiais de Bruno & Marrone, César Menotti & Fabiano e George Henrique & Rodrigo.

Três perguntas // Fernanda Costa

Como você se tornou cantora?

Comecei a cantar com 9 anos. Meu grande incentivador e professor foi meu tio. Ele tocava no interior de Tocantins e eu cantava com ele nos shows. Não era profissional, mas era muito bem aceito. Até os 15 anos cantei com ele, depois entrei em uma banda.

A música sertaneja vive um ótimo momento para as mulheres. Como você vê essa recepção a música feminina?
Eu vejo como uma recompensa merecida. Não só na música, mas em tudo que a mulher participa, tem um gosto especial. A música hoje tem a graça e o privilégio de ter tantas mulheres trazendo boas histórias. Esse momento feminino não é passageiro. Ele foi muito lutado, suado e merecido. Veio para ficar, somar e contar um pouco do coração feminino de uma forma vivida, não só falada da boca para fora.

Você já se apresentou em Brasília?
Tenho uma história muito legal com Brasília. Quando eu tinha 11 anos meu pai foi para Brasília. Eu morei um ano e meio em Taguatinga, onde estudei e cantei. Brasília foi um dos lugares onde tive mais oportunidade e muitas portas abertas. Porém, meu pai acabou voltando para o Tocantins. É um lugar que desejo ir fazer um show. As pessoas têm me cobrado muito.

Forró em alta
Com 15 anos de estrada a banda Aviões do Forró lançou, neste ano, dois materiais: o CD Voando alto e o mais recente Xperience Na Praia, esse último gravado em Brasília. “Lancei dois trabalhos, mas um não é diferente do outro. O Xperience é composto basicamente pelo Voando alto. Colocamos as músicas do CD e mais algumas inéditas. A ideia era mostrar a imagem do CD no DVD”, comenta Xand. Com 21 faixas, o material possui quatro canções inéditas e duas participações especiais de Thiaguinho e Kell Smith.

Duas perguntas // Xand Aviões

No Xperience você contou com duas participações especiais, Thiaguinho e Kell Smith. Como se deu essas escolhas?

Thiaguinho é meu amigo e sou muito fã do trabalho dele. Fiz questão de tê-lo comigo nessa comemoração de 15 anos do Aviões. Conheci o trabalho da Kell Smith recentemente, e adorei a música Era uma vez. Quis apresentá-la de uma forma diferente, puxando mais para o forró. Tivemos também a participação do trio de DJs Make U Sweat, no show principal, que agitou a galera com as músicas eletrônicas.
 
Com 15 anos de carreira, o Aviões do Forró, como o próprio nome diz, sempre valorizou o forró. Como é ser um grande representante desse estilo que hoje conseguiu derrubar todas as barreiras e é bem aceito em todo o Brasil?%u200B
Fico muito feliz de saber que somos referência do forró no Brasil. Chegamos aqui com muito trabalho, disciplina e dedicação. Saber que hoje a nossa música é escutada no país todo é muito gratificante.

Confira os lançamentos da música sertaneja de 2017


Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.