Ex-Deep Purple, Glenn Hughes fará show em Brasília em abril

O músico se apresentará no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Os ingressos para o show já estão à venda

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

Reprodução/Internet

 

Ex-vocalista e baixista do grupo inglês Deep Purple, Glenn Hughes se apresentará em Brasília em abril do próximo ano. O show do cantor está marcado para o dia 17 e ocorrerá no Centro de Convenções Ulysses Guimarães.

 

O show faz parte da tour Performs classic, de Glenn Hughes, apenas com canções do próprio Deep Purple. Os ingressos custam a partir de R$ 80 (meia) e já podem ser comprados on-line.

 

Além de Brasília, o músico também se apresenta em Belo Horizonte, São Paulo, Limeira, Curitiba, Manaus e Porto Alegre e Rio de Janeiro. A capital federal abre a turnê em terras tupiniquins. 

Trajetória de Glenn Hughes 

O cantor e baixista inglês Glenn Hughes começou a se destacar com o trabalho na banda Trapeze, mas foi no Deep Purple que o músico conquistou reconhecimento maior.

 

Glenn foi convidado para participar da icônica banda inglesa em 1973. Ele foi convidao por Jon Lord e Ian Paice, após a saída do baixista Roger Glover e do vocalista Ian Gillan.  

 

Ele ficou no Deep Purple até 1976, quando se mudou para Los Angeles e lançou o primeiro disco solo. Glenn fez parte também do Black Sabbath e tocou ao lado de nomes importantes do rock, como o guitarrista Yngwie Malmsteen. 

 

Na década de 1990, Glenn fez sucesso com a carreira solo e emplacou o hit America: What time is love? Atualmete, segue em turnê solo. 

Confira a agenda de shows de Glenn Hughes no Brasil 

19/4 Belo Horizonte (Cine Theatro Brasil)

21/4 São Paulo (Tropical)

22/4 Limeira (Studio Mirage)

24/4 Curitiba (Ópera de Arame)

26/4 Manaus (Porão do Alemão)

28/4 Porto Alegre (Opinião)

29/4 Rio de Janeiro (Circo Voador) 

 

Glenn Hughes em Brasília

Centro de Convenções Ulysses Guimarães. 17 de abril, às 21h. Ingressos a partir de R$ 80 (meia). Não recomendado para menores de 18 anos. 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.