Marcelo Cid lança romance '78' nesta quinta

O autor escreveu o livro para descobrir sobre as influências dos holandeses na crença brasileira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/12/2017 14:47 / atualizado em 07/12/2017 14:48

Arquivo Pessoal

Uma pergunta inspirou o escritor Marcelo Cid a conceber o romance 78: "os holandeses vieram ao Brasil e não influenciaram a população quanto a espiritualidade?". O livro será lançado nesta quinta-feira, às 20h, na Galeria Oto Reifschneider e conta a história de um personagem que vivia na época em que os holandeses ocuparam o Brasil e é muito ligado a religiosidade.

 

O autor estava em Hong Kong quando se começou a escrever a história de 78. Marcelo explica que "o que mais me inspirou a desenvolver esse livro foi a História do Brasil". Além disso, "fiquei intrigado com o que de fato os holandeses tinham deixado para a cultura brasileira", afirma.

 

Arquivo Pessoal

 

Para desenvolver a obra, Marcelo Cid fez uma pesquisa extensa em jornais e livros sobre o passado brasileiro, pois o livro é um romance urbano e de época. Ele ainda convida "espero que não só meus amigos, mas que outras pessoas interessadas pelo tema apareçam lá". 

 

Além de escritor, é tradutor, diplomata e antologista. 78 não é o pirmeiro livro de sua carreira, ele está por trás dos títulos Antologia fantástica da literatura antiga e Os unicórnios , com o qual foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2011. Também, traduziu do latim Philobiblion ou O amigo do livro, uma obra de 1473 que comenta detalhadamente sobre as técnicas de manuseio e coservação de um livro. 

 

Serviço 

Lançamento do romance 78

Galeria Oto Reifschneider (302 Norte, Bl. E lj 41)

Quinta, às 20h. Entrada franca. Classificação indicativa livre.  

 

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.