Publicidade

Estado de Minas

Dois meses após demissão, Carlinhos Aguiar é recontratado pelo SBT

Segundo a emissora, Carlinhos retorna às gravações no fim deste mês. Ele continua no Programa Silvio Santos, onde, antes da demissão, integrava o elenco do quadro Jogo dos Pontinhos.


postado em 11/01/2018 17:47 / atualizado em 11/01/2018 18:19

(foto: Reprodução/SBT)
(foto: Reprodução/SBT)

 
Menos de dois meses após uma demissão polêmica, Carlinhos Aguiar está de volta ao SBT. A própria emissora confirmou que ator e humorista foi recontratado nesta quinta-feira (11/1).
 

Ainda segundo o SBT, Carlinhos retorna às gravações no fim deste mês. Ele continua no Programa Silvio Santos, onde, antes da demissão, integrava o elenco do quadro Jogo dos Pontinhos.

Carlinhos, 61 anos, havia sido demitido em novembro, após 30 anos na emissora — na somatória de suas duas passagens. À época, ele disse ter sido surpreendido com a demissão, justificada, segundo ele, por uma contenção de despesas.

Poucos dias depois da demissão, o humorista envolveu-se em um episódio polêmico com Silvio Santos. Ao tentar falar com o ex-patrão, Carlinhos recebeu uma porta na cara.

A notícia da recontratação foi celebrada pelo filho, Caique Aguiar. Em sua conta no Instagram — que já havia sido usada pelo próprio Carlinhos para agradecer o apoio do público após sua demissão —, o personal trainer disse estar "feliz demais" com a volta do pai ao SBT; "O bom filho a casa torna. Plante o bem que a colheita será o bem", afirmou.
 

Cortes

A onda de demissões no SBT atingiu outros nomes conhecidos do público. Na mesma época em que Carlinhos, também foram dispensados o ator Jean Paulo Campos — famoso por interpretar o personagem Cirilo, na versão brasileira da novela Carrossel — e o humorista Moacyr Franco.

Após a demissão, Moacyr gravou um vídeo em que afirma ter estranhado a decisão da empresa, sob a justificativa de corte de gastos. "Estranhei um pouquinho, porque meu salário era tão insignificante. Mas se é para colaborar, vamos nós [...] Torço muito para que os meus R$ 40 mil salvem a economia da emissora", afirmou à época.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade