publicidade

Boom dos preços de imóveis chega ao fim e valor de empreendimentos cai 20%

Consumidor que tiver paciência e disposição para negociar poderá obter descontos na compra da casa própria. Estoques elevados e necessidade das construtoras de fazerem caixa reduzem o ritmo de valorização dos empreendimentos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 22/07/2012 08:14

O boom dos preços dos imóveis, que chegaram a subir ao ritmo de 30% ao ano até meados de 2011 em todo Brasil, chegou ao fim. As vendas diminuíram e o que se vê no mercado é uma superoferta de empreendimentos, que está dando aos consumidores a chance de obter excelentes descontos, em média de 20%. A dica dos especialistas é clara: não aceite a primeira oferta. Pesquise, compare, exija abatimento. Com estoques além do desejado, as construtoras já se convenceram de que é melhor vender por menos do que acumular prejuízos ao manterem imóveis encalhados. Não à toa, as empresas reduziram os lançamentos.

Leia mais notícias de Economia


A situação para os consumidores está melhor do que nunca. Além dos elevados estoques das construtoras, as pessoas físicas que compraram apartamentos na planta para especular na venda do ágio, quando o empreendimento ficasse pronto, estão, agora, se dando conta de que os tempos de exageros nos preços ficaram para trás. Prestes a pagarem a parcela das chaves, muitos investidores estão aceitando repassar os imóveis, adquiridos até três anos atrás, por um valor pouco maior ou praticamente equivalente ao que foi desembolsado com entrada e prestações, dependendo da localidade.

publicidade

Tags:

publicidade