Economia
  • (7) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mais da metade dos brasileiros estão na classe média, indica estudo

Agência Brasil

Publicação: 20/09/2012 12:08 Atualização:

Atualmente mais da metade da população brasileira (53%) fazem parte da classe média, o que significa um total de 104 milhões de brasileiros. Nos últimos dez anos, foram 35 milhões os brasileiros incluídos na classe média. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (20/9) pela Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE) da Presidência da República no estudo Vozes da Classe Média.

A pesquisa classifica como classe média os que vivem em famílias com renda per capita mensal entre R$ 291 e R$ 1.019 e tem baixa probabilidade de passar a ser pobre no futuro próximo. De acordo com o estudo, a expansão desse segmento resultou de um processo de crescimento do país combinado com redução na desigualdade. A estimativa é que, mantidas a taxa de crescimento e a tendência de queda nas desigualdades dos últimos dez anos, a classe média chegue a 57% da população brasileira em 2022. Os dados indicam que a redução da classe baixa foi mais intensa do que a expansão da classe alta. De 2002 a 2012 ascenderam da classe baixa para a média, 21% da população brasileira, enquanto da classe média para a alta ascenderam 6%.

O ministro da SAE, Moreira Franco, destacou o importância do crescimento da classe média para movimentar e impulsionar a economia do país, pois essa fatia da população responde por 38% da renda e do consumo das famílias. “Em torno de 18 milhões de empregos foram criados na última década, esses empregos formais foram associados a uma política adequada de salário mínimo que deu ganhos reais acima da inflação aos brasileiros”, disse Franco.

O crescimento da renda da classe média tem sido maior do que o do restante da população, de acordo com os dados apresentados no estudo. Enquanto na última década a renda média desse segmento cresceu 3,5% ao ano, a renda média das famílias brasileiras cresceu, no mesmo período, 2,4% ao ano.

Leia mais notícias em Economia

“A classe média brasileira vai movimentar em 2012 cerca de R$ 1 trilhão”, estimou Renato Meirelles, do instituto de pesquisa Data Popular, que participou da elaboração do estudo. O estudo usa como base dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), da Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Instituto Data Popular.
Tags: celular

Esta matéria tem: (7) comentários

Autor: GILMAR PEREIRA
saiu da miseria ja e calsse media para o governo. | Denuncie |

Autor: Willian Araujo
Um casal sem filho e salário de meno de 600 reais, para o governo é classe média. Então, nossos políticos e dependentes (os pucha saco em cargos públicos) com salários de 26.000 mil reais são classe o que? mega, super, power, ultra, ALTA, é isso? | Denuncie |

Autor: sebastiao cunha
A pesquisa classifica como classe média os que vivem em famílias com renda per capita mensal entre R$ 291 e R$ 1.019,"""""como assim????????? | Denuncie |

Autor: Glauber Machado
Que absurdo o governo dizer que quem ganha mais de R$ 291 é da classe média... | Denuncie |

Autor: Cesar Lins
É pra rir??? KAKAKA!!! Uma pessoa com 291 reais mensais é Classe média? Só se for Classe Média da favela! Meu amigo, alguém com essa renda mal tem dinheiro pra comprar comida. | Denuncie |

Autor: Antonio Silva
É Classe média com R$291/mês??? Isso mostra o quanto é fácil manipular uma pesquisa. Em qualquer país de primeiro mundo, uma pessoa com essa renda seria considerado um MISERÁVEL abaixo da linha da pobreza (e olha que lá as coisas custam bem barato do que no Brasil). | Denuncie |

Autor: Anilton Moccio
Pela classificação da pesquisa, uma família, sem filhos, que ganha um salário mínimo, já é classe média, e a probabilidade de passar a ser pobre no futuro próximo é pequena realmente, vai ser miserável. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.