Economia
  • (2) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mercado de cosméticos brasileiro é o segundo no ranking global Com o aumento da renda média e do interesse dos consumidores por produtos estéticos, as empresas têm, nos últimos dois anos, investido em lojas próprias.

Ana Carolina Dinardo - DIRED

Publicação: 26/05/2013 08:07 Atualização:

Vaidade para uns, faturamento para outros. O Brasil, que acaba de se tornar o segundo maior mercado mundial de cosméticos, virou alvo preferencial das grandes empresas globais do setor. A aproximação já vem de há algum tempo. Uma década atrás, muitas delas começaram a cair no gosto dos brasileiros por meio da venda em sites de multimarcas. Com o aumento da renda média e do interesse dos consumidores por produtos estéticos, as empresas têm, nos últimos dois anos, investido em lojas próprias.

No ano passado, as vendas de cosméticos somaram US$ 41,8 bilhões (cerca de R$ 84,5 bilhões), de acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (Abihpec). Para 2013, a estimativa é de crescimento de 17%, alcançando US$ 48,7 bilhões (R$ 98,4 bilhões). Com números tão encorpados, em contínua expansão desde 2000, as gigantes da beleza estão cada vez mais empenhadas em investir no país.

Leia mais notícias de Economia

Esta matéria tem: (2) comentários

Autor: filomena rocha
Isto nos mostra falta de maturidade. A vaidade superando, talvez, as necessidades mais urgentes dessa gente sem profundidade de alma. | Denuncie |

Autor: Antônio Alencar
Importante, também, é investir em Educação de Qualidade, nesta população ainda sujeita a ser cooptada, tão fácil, pelo mercado do consumo. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas