Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Rio de Janeiro vai receber metade dos investimentos da Petrobrás até 2018 Graça falou para empresários, durante a entrega do prêmio Rio%2bEmpreendedor, do Lide Rio e Agência Rio Negócios, em que foi homenageada pela atuação à frente da empresa

Agência Brasil

Publicação: 16/12/2013 17:25 Atualização:

Rio de Janeiro – A presidenta da Petrobras, Graça Foster, disse nesta segunda-feira (16/12) que dos US$ 230 bilhões de dólares de investimentos previstos pela empresa para o período de 2013-2018, US$ 120 bilhões serão destinados ao estado do Rio de Janeiro.

Graça falou para empresários, durante a entrega do prêmio Rio+Empreendedor, do Lide Rio e Agência Rio Negócios, em que foi homenageada pela atuação à frente da empresa.

De acordo com ela, nove unidades de produção foram concluídas pela empresa este ano, com capacidade instalada de 1 milhão de barris por dia. Mais da metade produção saíram dos campos fluminenses.

“Pela primeira vez na história da Petrobras são nove unidades de produção de petróleo concluídas este ano. No ano de 2012 foi uma unidade, e no ano de 2011, uma unidade. Então, nove este ano. É mais 1 milhão de barris de capacidade instalada. E nós temos no Rio de Janeiro pouco mais de 600 mil barris”, disse.

leia mais notícias em Economia

Ela lembrou também da responsabilidade da Petrobras em manter ativa a indústria offshore do país e o desafio de construir o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj). “Nós temos um grande desafio que é o Comperj, obra essa que nós temos nos dedicado intensamente para que a gente possa progredir do ponto de vista físico e financeiro. Nós terminaremos a obra aos custos planejados. Isso é extremamente importante, e assim tem sido”, ressaltou.

Graça Foster destacou que o crescimento da Petrobras está relacionada ao desenvolvimento da cidade. “A nossa Reduc [Refinaria de Duque de Caxias], o Centro de Pesquisas da Petrobras, todos esses são compromissos e deveres com esta cidade maravilhosa. Por isso que o crescimento da Petrobras está intimamente ligada ao desenvolvimento do Rio de Janeiro”, disse.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.