Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Wall Street: Dow Jones fecha com novo recorde, e Nasdaq cai Segundo resultados definitivos do fechamento, o Dow Jones ganhou 11,11 pontos, situando-se nas 16.179,08 unidades, e Nasdaq cedeu 11,93 pontos, a 4.058,13

France Presse

Publicação: 19/12/2013 21:30 Atualização: 19/12/2013 21:32

Nova Iorque - Wall Street encerrou perto do equilíbrio, nesta quinta-feira (19/12), depois da alta inspirada, na véspera, na decisão do Federal Reserve (Fed) americano de cortar a ajuda à economia e de manter a taxa de juros no nível atual. Com isso, o Dow Jones ganhou 0,07% para terminar em um novo recorde, enquanto o Nasdaq perdeu 0,29%.

Segundo resultados definitivos do fechamento, o Dow Jones ganhou 11,11 pontos, situando-se nas 16.179,08 unidades, e Nasdaq cedeu 11,93 pontos, a 4.058,13. O índice ampliado S&P 500 caiu 0,06% (-1,05 ponto), a 1.809,06 unidades, depois de alcançar um novo máximo na sessão anterior.

Leia mais notícias em Economia

"É uma boa notícia que o mercado não tenha caído mais depois da alta de quarta-feira", disse Mace Blicksilver, da Marblehead Asset Management. "Não estou certo de que os índices realmente possam crescer muito mais antes do fim do ano", no momento em que o S&P 500 já registra um avanço de cerca de 27% desde janeiro, acrescentou.

"Se o mercado pudesse continuar neste nível até 31 de dezembro, acho que todo o mundo estaria em êxtase", comentou. Na quarta-feira, o Comitê de Política Monetária do Fed anunciou que manterá o nível da taxa de juros de referência e que reduzirá, ligeiramente, a injeção de liquidez na economia americana. Até agora, essa ajuda era de até US$ 85 bilhões mensais por meio da compra de bônus do Tesouro e de títulos hipotecários.

Os investidores acolheram a decisão com entusiasmo, aliviados por terem, finalmente, mais clareza sobre o futuro da política monetária. O rendimento do bônus do Tesouro para dez anos terminou em 2,925% contra os 2,885% de quarta-feira, e o do vencimento para 30 anos caiu para 3,901%, contra os 3,913% da véspera.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.