publicidade

Inadimplência cai em dezembro, aponta Confederação Nacional do Comércio

O percentual de famílias que não terão condições de pagar a conta também caiu para 6,5% em dezembro. Em novembro, o percentual havia sido 6,6% e, em dezembro de 2012, 7%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/01/2014 11:48

Agência Brasil

Rio de Janeiro - O percentual de famílias inadimplentes, ou seja, com dívidas e contas em atraso, ficou em 20,8% em dezembro de 2013. Segundo dados da Pesquisa Nacional de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada nesta quinta-feira (9/1) pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o resultado é melhor do que o observado em novembro de 2013 (21,2%) e dezembro de 2012 (21,7%).

O tempo médio de atraso das contas é 59,4 dias, mas 42,4% dos inadimplentes estão com contas e dívidas em atraso há mais de 90 dias. O percentual de famílias que não terão condições de pagar a conta também caiu para 6,5% em dezembro. Em novembro, o percentual havia sido 6,6% e, em dezembro de 2012, 7%.

Leia mais notícias em Economia

Já o percentual de famílias endividadas ficou em 62,2%. São consideradas endividadas pessoas que tenham dívidas, mesmo sem atraso, no cartão de crédito, cheque especial, financiamento de carro ou casa, cheque pré-datado, carnês e crédito consignado. O resultado é inferior ao observado em novembro (63,2%), mas ainda está acima do patamar de dezembro de 2012 (60,7%). A maior parte das famílias tinha, em dezembro de 2013, dívidas com cartão de crédito (76,4%).

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade