Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Após autorização, Tocantins volta a plantar algodão transgênico Com a autorização, a secretaria espera ampliar a produção de 5 mil para 40 mil hectares, este ano

Agência Brasil

Publicação: 15/01/2014 10:09 Atualização:

O estado de Tocantins foi autorizado a plantar algodão transgênico. A portaria nº 30, publicada nesta quarta-feira (15/1) no Diário Oficial da União, retira o estado de Tocantins da Zona de Exclusão de plantio de algodão geneticamente modificado. O estado foi incluído nessa zona por meio da portaria nº 21, de 13 de janeiro de 2005.

A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) elaborou um paracer técnico para retirar o estado da Zona de Exclusão aprovando a medida. De acordo com a Secretaria de Agricultura e Pecuária de Tocantins, a autorização foi expedida após pedido do governo estadual. Com a autorização, a secretaria espera ampliar a produção de 5 mil para 40 mil hectares, este ano. Para pedir a autorização, o governo estadual argumentou que a ampliação do plantio de algodão pode contribuir para o desenvolvimento regional e, também, para controlar a presença da lagarta Helicoverpa Armigera, que devasta as lavouras.

Leia mais notícias em Economia

Em 2005, quando foi definida a Zona de Exclusão, o objetivo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) era preservar a cultura de algodão nativo e selvagem no país, evitando cruzamentos. Mas, na época, foi definido que áreas poderiam ser incluídas ou retiradas da Zona de Exclusão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas