publicidade

Empresa de aviões Bombardier registrou queda de 19% nos pedidos em 2013

O presidente do grupo culpa a lentidão que a economia mundial tem se recuperado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 20/01/2014 17:03

France Presse

Montreal - O fabricante de aeronaves canadense Bombardier informou nesta segunda-feira (20/1) que registrou em 2013 uma queda dos pedidos de 19% em comparação a 2012, invocando uma conjuntura econômica mundial difícil.

Excluindo os cancelamentos, a Bombardier recebeu 388 pedidos em 2013 contra 481 em 2012. Já as entregas aumentaram no mesmo período a 238 contra 233.

Leia mais notícias em Economia

"A economia mundial se manteve obstinadamente lenta e, com uma recuperação que está demorando mais que o previsto inicialmente, o ano se manteve cheio de desafios para a aviação", analisou o presidente da divisão aeronáutica do grupo, Guy Hachey.

Em 2013, a Bombardier entregou 180 jatos privados contra 179 no ano anterior, 10 unidades a menos que o previsto. Os pedidos deste tipo de avião totalizaram 305 no ano passado contra 343 no anterior.

Os pedidos da nova gama de aviões CSeries (110 a 135 lugares) duplicaram em 2013, passando a 34 contra 15 em 2012. Na semana passada, a Bombardier informou um novo atraso na entrega desses aviões, agora programada para o segundo semestre de 2015.

Dias atrás a Bombardier informou que o grupo aéreo saudita Al Qahtani Aviation Company encomendou 16 CS300 por 1,21 bilhão de dólares, com uma opção de compra de outros 10 aviões.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade