publicidade

Contas externas fecham 2013 com saldo negativo de US$ 81,3 bilhões

A balança comercial faz parte da conta de transações correntes. Em 2013, houve superávit comercial de US$ 2,558 bilhões, saldo bem menor que o de 2012 (US$ 19,395 bilhões)

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 24/01/2014 13:11

Agência Brasil

O saldo negativo das transações correntes - que são as compras e as vendas de mercadorias e serviços do país com o resto do mundo, chegou a US$ 81,374 bilhões, em 2013. O resultado corresponde a 3,66% do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, de acordo dados divulgados nesta sexta-feira (24/1) pelo Banco Central (BC). O resultado é superior ao de 2012 que foi US$ 54,249 bilhões (2,41% do PIB).

A balança comercial (resultado de exportações menos importações) faz parte da conta de transações correntes. Em 2013, houve superávit comercial de US$ 2,558 bilhões, saldo bem menor que o de 2012 (US$ 19,395 bilhões). A balança de serviços (viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos, seguros, entre outros), também integrante das transações correntes, ficou negativa em US$ 47,523 bilhões em 2013, contra US$ 41,042 bilhões em 2012.

Leia mais notícias em Economia

A conta de rendas (remessas de lucros e dividendos, pagamentos de juros e salários) também fechou o ano negativa, em US$ 39,772 bilhões, maior que o déficit de 2012 (US$ 35,448 bilhões). O ingresso líquido de transferências unilaterais correntes (doações e remessas de dólares que o país faz para o exterior ou recebe de outros países, sem contrapartida de serviços ou bens) chegaram a US$ 3,364 bilhões, no ano passado.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade