Economia
  • (22) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mercado evangélico no país faz girar R$ 15 bilhões em vários segmentos Na Universal, um novo templo só era autorizado se comprovassem arrecadação mínima de R$ 150 mil mensais, valor reduzido para R$ 50 mil depois da forte concorrência com outras denominações

Diego Amorim

Publicação: 30/01/2014 06:01 Atualização: 30/01/2014 08:05

Templos como o da Sara Nossa Terra em Brasília lotam todos os dias. Fiéis contribuem com pelo menos 10% da renda para manter estrutura (Viola Júnior/Esp. CB/D.A Press )
Templos como o da Sara Nossa Terra em Brasília lotam todos os dias. Fiéis contribuem com pelo menos 10% da renda para manter estrutura


O preconceito do mercado com os evangélicos caiu por terra quando as cifras do mundo gospel começaram a se multiplicar na mesma velocidade de templos e fiéis. Com investimento maciço em comunicação, os crentes — assim chamados, embora nem todos gostem da expressão — passaram a ser vistos e ouvidos e, na última década, se consolidaram como o segmento religioso que mais cresce no país, alicerçado em muita fé e muito dinheiro.

Para se proliferarem mais rápido, igrejas neopentecostais adotaram o regime de franquia. Na Universal, um novo templo só era autorizado se comprovassem arrecadação mínima de R$ 150 mil mensais, valor reduzido para R$ 50 mil depois da forte concorrência com outras denominações. Por ano, estima-se que sejam abertas 14 mil igrejas evangélicas no Brasil. De Bíblia na mão, oratória afinada e impulsionados pela imunidade tributária — benefício que abrange todas as instituições religiosas —, pastores fincam púlpitos em pequenos imóveis de esquina ou, com o dízimo cativo (de pelo menos 10% da renda) e pago rigorosamente pelos fiéis, erguem imensos templos luxuosos de norte à sul.

Leia mais notícias em Economia

As somas estrondosas rendem gritos de “glória” entre os mais fervorosos. O mercado evangélico no Brasil, com 42,3 milhões de adeptos, 60% deles da linha pentecostal, liderada pela Assembleia de Deus, faz girar cerca de R$ 15 bilhões por ano em diversos segmentos. É o mesmo volume movimentado pelo turismo religioso no país. A estimativa, incluindo dados de gravadoras e editoras, é da organização do maior salão gospel da América Latina, realizado todos os anos em São Paulo.

O segmento gospel é o principal responsável pela sobrevida da indústria fonográfica. Muito menos suscetíveis à pirataria e ao compartilhamento de áudios pela internet — devido aos princípios dos fiéis —, CDs e DVDs cristãos estão sempre entre os mais vendidos, girando algo em torno de R$ 500 milhões anuais. Não à toa, a Sony Music criou, em 2010, um selo específico para a música evangélica no Brasil, blindada de ventos impetuosos que assombram o mercado tradicional.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (22) comentários

Autor: heber duarte
Aquino, vá se fazer de besta assim lá longe. Cheio de reportagens sobre arrecadação dos católicos (também altíssimas). Essa reportagem é sobre os evangélicos hipócritas. Assuma seus reais interesses. | Denuncie |

Autor: José A. S. Neto
"""""M e r c a d o"""""" ? Com DEUS ? No meio evangélico, o que realmente possa ser chamado de Igreja, são poucos; O resto, a maioria, são frutos de falta de Direção e de Doutrina Central que possa ser tomada como SUCESSÃO APOSTÓLICA. Como está, qualquer se intitula Pastor, bispo, funda uma igreja! | Denuncie |

Autor: helio santos
realmente os evangelicos tem como mudar o BRASIL, atraves do voto, que realmente tirem essa velharada do poder, os coroneis que assumiram os cargos e acham que e um emprego, que retirem mesmo e va procurar uma lavagem de roupa, que os evangelicos faça o que o povo não evangelico não fizeram, boa sort | Denuncie |

Autor: Antônio Alencar
Uma solução para resolver o problema do crescente fanatismo religioso, no ceio das classes menos escolarizadas e com afeitas à arte do raciocínio, é o Estado investir em Educação de Qualitativo. Fanatismo é para países atrasados!! | Denuncie |

Autor: daniel oli
Daniel eu pago dizimo porque quero o crescimento dos evangélicos. Eu estou falando de evangelico mesmo porque a biblia e nossa constituição | Denuncie |

Autor: daniel oli
Para eu comentar sobre uma religião e preciso eu conhecer a religião por exemplo eu fui criado na igrejas católica hoje sou evangelico por tanto conheço as duas religião as pessoas religiosa têm um comportamento quem nao têm e outro eu dou o dizimo porque quero um crescimento dos evangélicos | Denuncie |

Autor: Éder Aquino
Tentam conseguir uma Bolsa de Estudo nas faculdades e colégios católicos espalhados no mundo !! Vaticano com fortunas em ouro, obras de arte e bancos que são desviados fortunas por alguns cardeais etc etc. Ninguém fala nada!Pq não ajudam os pobres? Cadê as doações filantropicas? Sei ................! | Denuncie |

Autor: Éder Aquino
A igreja católica também arrecada uma fortuna com seus colégios,faculdades, terrenos,pagamentos de casórios nas igrejas,etc sem contar a grande fortuna que o Vaticano possui e os bancos que afinal houve desvios de milhões de dolares feitos por alguns cardeais renomados.Tenta pedir uma bolsa de estudo | Denuncie |

Autor: Manoel sousa
Só nos, não sabe a força que temos nesse pais, tanto na economia, como no voto. Somos mais de 40 milhões , e os governantes não estão nem ai pra nós, esse ano vamos mudar, vamos deixar de ser otário vamos vota em pessoa que tenha compromisso com agente. | Denuncie |

Autor: fabricio Feitosa
Basicamente são franquias! O único e principal objetivo é o lucro, e lucro alto. Outro dia recebi em meu e-mail um arquivo ensinando como montar minha própria igreja evangélica. Ridículo isso! | Denuncie |

Autor: nadia nasser
TA TODO MUNDO CORRENDO ATRAS DO DINHEIRO UAI...O GOVERNO FACILITA....TOMA LÁ, DA CÁ! | Denuncie |

Autor: odary rodrigues
A fé virou comércio, ou o comércio precisa da fé? | Denuncie |

Autor: Bruno Farias
certamente, a visão de um economista á instituições que primeiramente visam o espiritual e valores pessoais... façam pois uma matéria sobre o mercado das bebidas alcoolicas , que causam destruição de vidas nas estradas, de familias e gera R$ 7 bi por ano, pura hipocrisia ... | Denuncie |

Autor: Marcos Oliveira
Deus Dinheiro? | Denuncie |

Autor: Marcos Oliveira
É uma praga. | Denuncie |

Autor: Maria do Socorro Fernandes
Todo segmento social tem o seu "dízimo". Até o PT. Que aliás, tem até "trízimo". Ou acreditam que as organizações se sustentam com fluídos, sol e sentimentos? Há desvios sim, como em qualquer segmento. Mas, o bem estar e a recuperação de vidas que o Estado jamais fará, faz aumentar os fiéis. | Denuncie |

Autor: Jl Madeira
Cerca de 90% desse povo dão tranquilidade à polícia, judiciário e à sociedade. Os outros 10%, é o dízimo do mal, que existe em qualquer segmento social. Prefiro um milhão de vezes uma igreja católica ou evangélica perto de minha casa, que um bar, boate ou boca de fumo, tem gente que pensa diferente. | Denuncie |

Autor: Fernando Monteiro
É muita enganação e inocência deste povo. O mitológico "deus" cristão sem nome é o maior engodo da história. | Denuncie |

Autor: Vera Carvalho
Enquanto o prazer de muitos é dar dinheiro para donos de empresas de bebidas ja milionários. O prazer de outros é dar dinheiros para igrejas, crendo que uma vida pode ser alcançada e transformada. | Denuncie |

Autor: Vera Carvalho
Qual o problema de ter tantas igrejas? Se o dinheiro é meu e eu dou a quem eu quiser? Existes muitos bares e botecos, onde milhões de pessoas se prostituem, traem e saem alcoolizados, e por vezes tiram a vidas de inocentes.Porque ninguem olha isso? Tudo bem existe pilantra se escondendo atrás da fé. | Denuncie |

Autor: Aurea Dias
Franquias da universal é Brincadeira!!! Lucro certo sem impostos. | Denuncie |

Autor: Vera Carvalho
Templos feitos com o dinheiro que as pessoas dao. E o carnaval que esta nesta matéria, e será feito com dinheiro publico | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas