publicidade

Superavit primário do governo cai quase 13% em 2013, para R$ 77,1 bilhões

Esse resultado ficou 12,7% abaixo dos R$ 88,3 bilhões de 2012 economizados por Banco Central

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 30/01/2014 15:27 / atualizado em 30/01/2014 15:41

Rosana Hessel

O superavit primário (economia para o pagamento dos juros da dívida pública) do Governo Central em 2013 foi de R$ 77,1 bilhões. Esse resultado ficou 12,7% abaixo dos R$ 88,3 bilhões de 2012 economizados por Banco Central, Tesouro Nacional e Previdência Social, excluindo estados e municípios. Esse resultado ficou em 1,6% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, de acordo com dados divulgados nesta quinta-feira pelo Tesouro Nacional.

Esse resultado positivo deveu-se, principalmente, a receitas extraordinárias, como R$ 20,4 bilhões com o novo Refis e R$ 15 bilhões do bônus de assinatura da concessão do Campo de Libra.

Leia mais notícias em Economia

Somente em dezembro, o resultado primário foi de R$ 14,5 bilhões, praticamente a metade dos R$ 29 bilhões obtidos no último mês de 2012. As receitas em dezembro caíram 5,3% e as despesas totais saltaram 9,1%, para R$ 119,6 bilhões e R$ 86,3 bilhões, respectivamente. No ano, receita total do governo central cresceu 11,2% na comparação com 2012, totalizando quase R$ 1,2 trilhão entre janeiro e dezembro de 2013. Enquanto isso, as despesas avançaram 13,6% no mesmo período, para R$ 914,1 bilhão.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade