Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Apagão deixa Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste sem energia Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), às 14h41 a Região Sudeste tiveram energia restabelecida

Michelle Macedo

Publicação: 04/02/2014 15:57 Atualização: 04/02/2014 17:02

Às 14h03 desta terça-feira (4/2) um problema ainda não identificado causou a queda de energia nas Regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste. O fluxo de energia foi interrompido por quase 40 minutos.

Segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), às 14h41 a Região Sudeste tive energia restabelecida. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) está ciente do problema, mas não tem dimensão da apagão.

Houve registro de várias reclamações de internautas pelo Twitter e Facebook sobre a falta de energia no Rio de Janeiro, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Minas Gerais.

A nota divulgada pela ONS nesta tarde diz ainda que "para evitar a propagação do evento, houve atuação do primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC), causando o desligamento automático de cargas pré-selecionadas pelos agentes distribuidores locais, visando restabelecer a frequência do sistema.

A AES Eletropaulo anunciou que a falha no fornecimento de energia afetou Cotia, Vargem Grande Paulista, Embu e Diadema, além de bairros de São Paulo, como Capão Redondo Pedreira, Cidade Ademar, Mooca, São Mateus, Vila Prudente, Itaquera, Vila Mariana, Guaianases e Vila Matilde. A Eletropaulo afirma ter recebido autorização para religar para os clientes às 14h58.

A Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A. (Celesc) afirmou que a falha também afetou os clientes da empresa. "Quando isso acontece, todas as concessionárias seguem um procedimento técnico predefinido de alívio de carga, coordenado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS), o que envolve desligamento de alimentadores. Esse procedimento é chamado de Esquema Regional de Alívio de Carga - Erac", diz o comunicado da Celesc.

O Ministério de Minas e Energia convocou uma coletiva de imprensa às 17 horas para explicar o que aconteceu.

Aguarde mais detalhes
*Com informações do Estado de Minas

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.