Economia
  • (3) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Apagão pode ter sido causado por raio, diz ONS. Relatório sai em 15 dias Hermes ainda negou que os picos recordes de consumo de energia tenha provocado o problema

Publicação: 06/02/2014 17:47 Atualização: 06/02/2014 17:53

O apagão que deixou as regiões Sudeste, Sul e Centro-Oeste sem energia nessa terça-feira (4/2) pode ter sido provocado por um raio, segundo declarou o diretor-geral do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), Hermes Chipp. O relatório final apontando as causas do blecaute deve ficar pronto em 15 dias. Hermes negou que os picos recordes de consumo de energia tenha provocado o problema.

Nesta quinta, Chipp disse os técnicos precisam de tempo para fazer a avaliação, afirmou. "Quando cai um avião, esperam-se dois anos para descobrir o que houve com a caixa-preta. Isso é mais ou menos parecido, só que a gente nunca demora mais de um mês [para esclarecer]."

De acordo com o diretor do ONS, normalmente, os técnicos não apontam a causa sem uma avaliação mais acurada. “[Eles] fazem a leitura de grandezas elétricas, de tensão de correntes. Observam equipamentos, com fotos, às vezes, se houve indício de dano em algum isolador, se algo foi chamuscado, se a origem foi essa, se foi um raio que causou o curto.” Tudo isso tem que ser visto para dar informação precisa, explicou Chipp.

Leia mais notícias em Economia

Ele acrescentou que serão verificadas também todas as medidas e providências que têm de ser tomadas para evitar a repetição do problema, identificar a causa e como foi possível [ocorrer]. Só se conclui o relatório quando ele é enviado para a agência. que tem o poder de fiscalizar tudo que se identifica e se conclui", explicou.

No blacaute, o fluxo de energia foi interrompido por quase 40 minutos em 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal. A estimativa é de que aproximadamente 6 milhões de pessoas tenham ficado sem energia. Em relação as condições de abastecimento, Hermes Chipp disse que o ONS está focando no curto prazo para administrar o sistema durante esse período de escassez.

O receio é de que se não chover em níveis adequados nas próximas semanas e o consumo continuar crescente nas horas mais quentes do dia o Sistema Interligado Nacional (SIN) poderá sofrer um colapso. A exemplo da série de apagões de grandes proporções que vêm atingindo o país desde 2008, os especialistas enxergam crescente fragilidade do setor energético, já que projetos importantes, que ampliariam a oferta de energia, como a Usina de Belo Monte, estão atrasados por má execução.

Com informações da Agência Brasil

Esta matéria tem: (3) comentários

Autor: Wellington Rodrigues
Essa foi boa, melhor do que a fogueira no pé do poste, ou a ventania... daqui a pouco vai ser as incidências dos raios solares. Brazilzão largado. | Denuncie |

Autor: carlos ferreira
Sempre o mesmo discurso, Foi o raio que causou o apagão. Mais fácil culpar um agente externo incontrolável, do que apurar a responsabilidade técnica e de gestão. E viva o Brasil. | Denuncie |

Autor: Everardo Luz Magalhães
Hermes Chipp, operador do sistema, bem sintomático, pois bem, foi mesmo o raio do descaso, da incompetência, então, troquem o "chipp". | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas