publicidade

Wall Street fecha com leve alta antes do discurso da presidente do Fed

Yellen assumiu a presidência do banco em 3 de fevereiro

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 10/02/2014 21:19

France Presse

Wall Street terminou com leve alta nesta segunda-feira, mantendo a prudência antes do esperado discurso da presidente do Federal Reserve (Fed, o Banco Central americano) nesta terça (11/2). Com isso, o Dow Jones subiu 0,05%, e o Nasdaq, estimulado pela Apple, 0,54%.

De acordo com resultados definitivos do fechamento, o Dow Jones aumentou 7,71 pontos, situando-se nas 15.801,40 unidades, e o Nasdaq, de predominância tecnológica, 22,31 pontos, em 4.148,17.

O índice ampliado S&P 500 ganhou 0,16% (2,82 pontos), a 1.799,84. A audiência de Yellen no Congresso "é, sem dúvida, o principal evento da semana", afirmou Alan Skrainka, da Cornerstone Wealth Management.

Leia mais notícias em Economia

"A grande interrogação nesse momento é se a reativação vai continuar", explicou Patrick O'Hare, da Briefing.com.

"A resposta a essa dúvida não é evidente, porque várias razões", que fizeram os índices vacilarem no início do ano, "continuam presentes: os mercados emergentes ainda sofrem com a fuga de capitais; as dúvidas sobre o crescimento chinês e americano continuam atuais; e as previsões anunciadas pelas empresas nesse primeiro trimestre são, em sua maioria, decepcionantes", completou.

Nesse contexto, os investidores voltam a olhar para o Fed, que anunciou de surpresa, em dezembro, que porá fim em 2014 a seu programa de recompra de ativos, destinado a reativar a economia, graças a injeções maciças de liquidez nos mercados financeiros. Em 2013, Wall Street se beneficiou bastante desses estímulos.

Yellen assumiu a presidência do banco, oficialmente, em 3 de fevereiro.

O mercado obrigatório terminou misto. O rendimento dos bônus do Tesouro com vencimento para dez anos aumentou para 2,678% contra os 2,675% do fechamento de sexta-feira, e o dos títulos para 30 anos, a 3,663%, contra 3,665% da sessão anterior.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade