publicidade

Copom eleva taxa Selic para 10,75% ao ano

A medida tem como objetivo frear a inflação, que há quatro anos cresce acima do centro da meta perseguida pelo governo

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 26/02/2014 20:43 / atualizado em 26/02/2014 22:06

Deco Bancillon , Victor Martins

Após seis altas consecutivas de 0,5 ponto percentual, o Banco Central (BC) diminuiu o aperto nos juros, ao elevar Selic em 0,25 ponto percentual, para 10,75% a ano. Em breve comunicado divulgado na noite desta quarta-feira (26/2), a instituição revelou a nova elevação na taxa - a oitava desde abril de 2103 - e avisou que a decisão dos diretores que integram o Comitê de Política Monetária (Copom) foi unânime. A medida tem como objetivo frear a inflação, que há quatro anos cresce acima do centro da meta perseguida pelo governo, de 4,5% ao ano, com tolerância de dois pontos para baixo ou para cima. Mas a redução no ritmo do aperto também tenta contornar outro problema que atinge o país: o risco de recessão econômica. O BC tem tentado sinalizar ao mercado financeiro que segue firme no compromisso de perseguir o centro da meta, de 4,5%, mas também não pretende aumentar os juros de maneira que possa prejudicar ainda mais o já combalido desempenho do Produto Interno Bruto (PIB). Desde abril, a Selic já subiu da mínima histórica, 7,25% ao ano, para o patamar atual de 10,75% - o mesmo que a presidente Dilma Rousseff recebeu de seu antecessor no cargo e mentor político, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade