publicidade

General Motors anuncia novo recall de 1,8 milhão de veículos

Problemas em airbags, assentos e motores levaram empresa a recolher veículos

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 17/03/2014 18:55

France Presse

Carlos Barria/Files/Reuters

Chicago - A General Motors anunciou seu segundo recall de grande escala em dois meses, enquanto trabalha para conter um escândalo sobre a segurança de seus veículos.

O último recall envolve cerca de 1,8 milhão de veículos, em razão de problemas no airbags, no assentos e nos motores. A empresa informa que os defeitos não causaram acidentes.

A iniciativa é resultado de uma investigação interna sobre a razão de a montadora ter levado onze anos para identificar um problema na ignição de um de seus modelos.

Leia mais notícias em Economia

A empresa é alvo de várias investigações do governo americano pela demora em reagir ao defeito, que levou a 31 acidentes e 12 mortes entre 2005 e 2007.

O problema foi detectado na pré-produção dos veículos, em 2001, mas a GM esperou até o último mês para ordenar o recall de 1,6 milhão de carros em Estados Unidos, Canadá e México. Segundo a GM, o custo da operação anunciada nesta segunda-feira chegará a U$ 300 milhões.

A empresa pode receber uma multa de U$ 35 milhões, um valor pequeno comparado ao faturamento de U$ 155 bilhões no ano passado.

A medida não afetou as ações da empresa, que fecharam em alta de 1,6%, a U$34,63.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade