Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Fundo do Audiovisual investe R$9,8 milhões em projetos para cinema e TV Maior volume de recursos foi destinado para investimentos em produção independente para a televisão

Agência Brasil

Publicação: 04/04/2014 17:09 Atualização:

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) divulgou nesta sexta-feira (4/4) a lista de 13 produções que receberão investimentos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), num total de R$ 9,8 milhões. São três projetos de longa-metragem, que atenderam a chamadas públicas do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Cinema Brasileiro (Prodecine) e dez projetos de seriados para a televisão, inscritos na chamada pública do Programa de Apoio ao Desenvolvimento do Audiovisual Brasileiro (Prodav).

Na área de cinema, foi contemplado com R$ 500 mil o filme Crime da Gávea, de André Warwar, da MD Produções, na chamada Prodecine 02/2012, na qual distribuidoras demandam recursos para investir na aquisição de direitos de exploração comercial de filmes.

Já pela chamada Prodecine 04/2012, que complementa orçamento de projetos que já tenham conseguido captar um mínimo de 40% dos recursos, receberão aporte os projetos Isolados, de Tomás Portella, da Media Bridge Produções, com R$ 500 mil, e O Vendedor de Passados, de Lula Buarque de Hollanda, da Conspiração Filmes, com R$ 350 mil.

Leia mais notícias em Economia

O maior volume de recursos, no entanto, foi destinado para investimentos em produção independente para a televisão. Dez projetos de seriados aprovados na chamada Prodava 01/2012 receberão, ao todo, aportes de R$ 8,45 milhões. Entre os contemplados, está a comédia E Aí...Comeu?, derivada do longa-metragem do mesmo nome, de Felipe Joffily. O projeto, produção da Casé Filmes para o canal Multishow, receberá R$ 3 milhões.

O seriado infantil O Menino que Vendia Palavras, inspirado em livro do escritor Ignácio de Loyola Brandão e produzido para o canal Gloob pela Ananã Produções, receberá R$ 1,58 milhão. Já para o musical O Som e o Tempo, da Dezenove Som e Imagens para o Canal Brasil, terá um aporte de R$ 950 mil. Os episódios do seriado são inspirados em canções de sucesso de cada década a partir de 1930.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas