Economia
  • (16) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Governo volta a incentivar a compra de veículos automotores no país A Caixa Econômica Federal criou uma linha de financiamento exclusiva para 18 milhões de clientes, em todo o país, possam comprar carros e motos, novos ou usados

Vera Batista

Publicação: 05/04/2014 07:50 Atualização:

 (	SEBASTIAO MOREIRA/Divulgação)


Prestes a elevar novamente a alíquota de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) sobre veículos, o que ocorrer em junho próximo, o governo resolveu dar mais uma mãozinha ao setor automotivo. A Caixa Econômica Federal criou uma linha de financiamento exclusiva para 18 milhões de clientes, em todo o país, possam comprar carros e motos, novos ou usados. Elogiada pelo presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Luiz Moan, a iniciativa dará um novo gás às montadoras, que vêm sofrendo com a retração do consumidor e acumulam nos pátios um estoque suficiente para 48 dias de vendas.

“Gostaria que todos os bancos entrassem no programa. A maior parte das instituições está restringindo crédito e aumentando juros”, disse o Moan. A oferta ficará em vigor de 10 a 13 de abril. Os clientes da Caixa que aderirem terão condições diferenciadas: prazo de 60 meses para pagar o financiamento, que terá juros a partir de 0,93% ao mês e cobrirá até 90% do valor do veículo. Todas as montadoras podem aderir ao programa da Caixa, desde que ofereçam alguma vantagem a mais ao comprador. A julgar pelas declarações do presidente da Anfavea, não deve ser nada muito animador. “Pode ser qualquer benefício, como um tapete”, explicou Moan.

Com a ação da Caixa, o dirigente tem a expectativa de um aumento significativo das vendas. Em março, a comercialização de automóveis novos recuou 7% em relação ao mesmo período do ano passado, acumulando queda de 2,1% no trimestre. O setor, que já foi beneficiado várias vezes pela redução do IPI, passou a sofrer com a recomposição do tributo, iniciada pelo governo em janeiro deste ano com o objetivo de recompor caixa da União e ajudar no cumprimento das metas fiscais. Uma segunda etapa de alta deve ocorrer em junho.

 

 A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Tags:

Esta matéria tem: (16) comentários

Autor: geraldo santos
Triste esta notícia, estraguei meu Domingo. | Denuncie |

Autor: geraldo santos
Cadê os estacionamentos nas cidades? Daquí mais uns dias teremos que empilhar os carros para economizar espaço. | Denuncie |

Autor: geraldo santos
Procurar dar mais estrutura as vias e ruas das cidades para comportar esse tráfego violento não fazem, agora vender mais carros e infernizar o tráfego é com eles mesmos. | Denuncie |

Autor: jose araujo
rapaz, sabe que estou pensando em trocar de carro só pra ganhar um jogo de tapete, daqueles feitos de borracha reciclada, que não pode sentir o calor já derrete todo, alias, outro belo incentivo o gov do DF concedeu, isenta de IPVA no ano da compra e cobra 0,5% a mais nos 3a seguintes,bravoooooooo | Denuncie |

Autor: Daniel Santos
Uma vergonha o incentivo das montadoras: um friso, um tapete, calota, um tanque cheio, essas merrecas. Daqui uns dias perguntarão se queremos carro com volante e roda, porque virão secos da fabrica. Montamos carros aqui e exportamos e o mesmo no México é bem mais barato. Cadê a reforma tributária? | Denuncie |

Autor: jose manoel mendes
Querem vender tudo, vendam também aos inadimplentes, e aos "bolsistas", não vai sobrar carro algum. | Denuncie |

Autor: andre afm
Tem que se incentivar a compra de máquinas e implementos agrícolas, máquinas industriais, tratores, caminhões, ferramentas industriais, ou seja no setor realmente produtivo e não em bens de consumo, como automóveis, só ajuda a aumentar a inflacão, para combater isso o país precisa produzir riqueza. | Denuncie |

Autor: andre afm
Este Governo está agindo na consequência e não na causa, está combatendo os efeitos em vez da causa, teria q investir no setor produtivo, incentivando máquinas agrícolas ao invés de carros, o consumidor tendo dinheiro irá comprar, sem a necessidade de baixar o preço de bens de consumo. | Denuncie |

Autor: Júlio Albuquerque
Já temos poucos carros andando pelas ruas, quase não temos engarrafamento nem poluição, então essa medida é bem "inteligente" e vem em "boa hora". Só não entendo por que não investem em transporte público de qualidade... | Denuncie |

Autor: Marcos Correia
Cidade nenhuma precisa de mais trânsito. Cadê o transporte público de qualidade?????? | Denuncie |

Autor: Moacir Soares Júnior
Diminuir a margem de lucro e baixar o preço para vender mais as montadoras não querem? E o governo sempre ajudando essas multinacionais que remetem quase todo o seu lucro para fora do país. Afinal, é ano de eleição e o PT precisa garantir o aporte financeiro dessas empresas. | Denuncie |

Autor: Leandro Coelho Ferreira
Melhorem o transporte público para liberar mais espaços nas vias! Assim venderão mais carros! É só somar 2 2! | Denuncie |

Autor: leo lta
País estúpido. Povo medíocre. Governantes inéptos. E sou o pior pous cheguei a acreditar que tinha jeito. | Denuncie |

Autor: Luciano Silva
O governo precisa parar com esta política de incentivo ao uso do carro individual. Isto é um absurdo! A qualidade de vida nas cidades está um caos! Não adiante estimular a venda se não houver infra estrutura para utilizar. País desenvolvido estimula o transporte público de massa. Acorda Brasil!!!!!!! | Denuncie |

Autor: Jorge Almeida
Fiquei empolgado com o "ganhar um tapete"... cada uma viu... | Denuncie |

Autor: Alvaro Brito
Vai entender! Se não tem pista para tanto carro, porque mais carros? Que tal incentivar a troca do usado pelo novo, ai se faria sucata e um substituiria um. Como eu vou comprar mais um carro se não consigo rodar mais????? ACORDA BRASIL!!!!! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas