Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mantega participa de discussão sobre a crise mundial, em Washington Durante o encontro, a instituição liderada pela francesa Christine Lagarde deve discutir a situação da economia global que ainda enfrenta os efeitos da crise iniciada em 2008

Agência Brasil

Publicação: 08/04/2014 11:14 Atualização: 08/04/2014 12:54

Guido Mantega deve retornar ao Brasil no próximo domingo (Nelson Almeida/AFP)
Guido Mantega deve retornar ao Brasil no próximo domingo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, embarca nesta terça-feira (8/4) para os Estados Unidos onde participará da reunião de Primavera do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial (Bird). Antes, em São Paulo, deve se encontrar como o ministro de Finanças da Inglaterra, George Osborne. Mantega deve retornar ao Brasil no próximo domingo (13/4), informou o ministro da Fazenda.

Durante o encontro, a instituição liderada pela francesa Christine Lagarde deve discutir a situação da economia global que ainda enfrenta os efeitos da crise iniciada em 2008, destacadamente os problemas da Europa: a tensão na Ucrânia e as consequências para a economia da região da anexação, após referendo, da Crimeia pela Rússia. Agora, a situação voltou a se agravar: cresce o movimento de outros territórios reivindicando também a anexação.

O Brasil deve provocar, no encontro, em Washington, a retomada das discussões sobre a reforma do FMI, uma das bandeiras do país, emperrada desde 2010: a reforma objetiva obter maior influência dos países emergentes nas decisões do Fundo. A presidenta Dilma tem criticado a estrutura atual do Fundo por entender que o seu funcionamento não reflete “a nova configuração de forças” do mundo.

Leia mais notícias em Economia

A agenda detalhada do ministro, em Washington, EUA, não foi divulgada, mas outro assunto a ser discutido é a criação do Banco do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). O banco deverá substituir, em parte, o papel do Banco Mundial e ao Fundo Monetário Internacional (FMI), dois tradicionais provedores de crédito dos países emergentes.

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, deve participar também da reunião de Mantega como o ministro de Finanças da Inglaterra, George Osborne, em São Paulo. Depois, Tombini segue para a reunião do FMI e do Banco Mundial nos Estados Unidos.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas