publicidade

PIB mundial depende da produção de países ricos, aponta relatório do FMI

Previsão é de que EUA e Reino Unido permaneçam como locomotivas do crescimento de 3,6% previsto para 2014

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/04/2014 08:43

Mike Theiler/Reuters


A produção dos países ricos será determinante para o crescimento e recuperação mundial, segundo o relatório Panorama Econômico Global, divulgado ontem pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), para o qual o PIB do mundo deve crescer 3,6% neste ano, previsão levemente inferior à de janeiro (3,7%). A correção para baixo deriva do comportamento das economias emergentes e em desenvolvimento que crescerão menos do que o inicialmente previsto para este ano e para o próximo.

“O fortalecimento da recuperação mundial depois da recessão (de 2009) é evidente, mas o crescimento ainda não é sólido. Em todo o mundo, os riscos permanecem”, afirma o FMI em seu novo conjunto de previsões.

Leia mais notícias em Economia

“As perspectivas e significativos riscos — velhos e novos — permanecem. Recentemente, alguns novos riscos geopolíticos surgiram”, afirmou o economista-chefe do Fundo, Olivier Blanchard, em uma referência à crise entre a Rússia e a Ucrânia pela região da Crimeia. Segundo o relatório, a situação da Ucrânia poderá dar início a uma tendência de “aversão ao risco” entre os investidores, provocando perturbações no fluxo de capitais, com efeitos sobre a produção de gás e petróleo. Para o FMI, o conflito pode sabotar o crescimento em outras economias que faziam parte da antiga União Soviética.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade