publicidade

Concessionárias apresentam cronograma de operações nos aeroportos

Segundo o ministro Moreira Franco, a preocupação não é com a Copa do Mundo no país, mas com o passageiro. "O objetivo, claro, é que funcione o mais rápido possível", disse

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 09/04/2014 18:15

Agência Brasil

Concessionárias de aeroportos estiveram reunidas nesta quarta-feira (9/4), em São Paulo, com o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, e representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e das companhias aéreas. Oportunidade em que apresentaram o cronograma de mudanças das operações para os novos terminais.

Segundo nota da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), divulgada depois do encontro, os processos de vistoria e de validação dos novos terminais pela Anac já estão em fase final. Após a validação, cada companhia aérea vai apresentar seu cronograma detalhado para operação nos novos terminais.

A agenda definida na reunião revela que a mudança das operações ocorrerá entre os dias 11 de maio e 27 de setembro, no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP); entre 16 de abril e 24 de maio, no aeroporto de Brasília (DF); e entre 3 de junho e 5 de outubro, no aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP). Já para o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN), nova reunião, marcada para 22 de abril, definirá a agenda.

Leia mais notícias em Economia

“Estamos trabalhando em cooperação com os aeroportos, e vamos cumprir rigorosamente esta agenda”, garantiu Eduardo Sanovicz, presidente da Abear; e, em conversa com jornalistas, depois da reunião, Moreira Franco disse que a transferência de operações “será feita com cautela, cuidando do conforto e da segurança dos passageiros”.

Segundo o ministro, a preocupação não é com a Copa do Mundo no país, mas com o passageiro. “O objetivo, claro, é que funcione o mais rápido possível. Certamente, algumas áreas estarão funcionando antes da Copa, mas outras não, pois terão mais complexidade de natureza tecnológica”, falou. Segundo ele, as empresas aéreas também farão campanhas para orientar os passageiros sobre a utilização dos novos terminais.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade