publicidade

Primeira parte do empréstimo às distribuidoras de energia chega a R$ 4,7 bi

Valor total do empréstimo que as distribuidoras tomarão no mercado para cobrir os gastos extras com termelétricas e com a compra de energia no mercado livre será R$ 11,2 bilhões

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 23/04/2014 15:32

Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) publicou nesta quarta-feira (23/4) no Diário Oficial da União um despacho fixando em R$ 4,75 bilhões o valor da primeira parcela do empréstimo às distribuidoras de energia. O dinheiro será entregue até o dia 28 de abril.

O valor total do empréstimo que as distribuidoras tomarão no mercado para cobrir os gastos extras com termelétricas e com a compra de energia no mercado livre será R$ 11,2 bilhões, conforme anunciado pelo governo.

Leia mais notícias em Economia

Inicialmente, o governo tinha anunciado que o empréstimo corresponderia a R$ 8 bilhões, mas o valor final da operação foi ampliado. O valor do empréstimo deverá ser repassado para as tarifas de energia dos consumidores a partir do ano que vem, mas, segundo a Aneel, ainda não é possível estimar de quanto será o aumento na conta de luz.

A primeira parte do empréstimo deverá cobrir os gastos de fevereiro com a exposição involuntária das distribuidoras no mercado de curto prazo e o custo com energia de termelétricas. Segundo o despacho, as distribuidoras que receberão os maiores valores são a Light (RJ), R$ 556,7 milhões, e a Eletropaulo (SP), R$ R$ 450,5 milhões.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade