Economia
  • (5) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Dilma perde terreno na conquista da reeleição e move a bolsa de valores O Ibovespa, principal indicador das ações do pregão, subiu 2,62%, alcançando 52.980 pontos, o maior patamar de fechamento desde novembro do ano passado

Publicação: 03/05/2014 08:00 Atualização:

O dólar chegou a avançar diante de dados econômicos positivos nos EUA, mas terminou o dia em baixa de 0,48% (Kim Hong-Ji/Reuters - 4/8/13)
O dólar chegou a avançar diante de dados econômicos positivos nos EUA, mas terminou o dia em baixa de 0,48%

 

Embalada pela expectativa de uma nova piora da situação eleitoral da presidente Dilma Rousseff, a ser confirmada em pesquisa eleitoral do Instituto Sensus e da Revista IstoÉ que será divulgada hoje, a Bolsa de Valores de São Paulo teve ontem mais um dia de forte valorização. O Ibovespa, principal indicador das ações do pregão, subiu 2,62%, alcançando 52.980 pontos, o maior patamar de fechamento desde novembro do ano passado. A euforia dos investidores com a possibilidade de troca de cadeira no Palácio do Planalto — e de mudança na política econômica — se manifestou também no mercado de câmbio. Depois de um período de alta, influenciado pelas notícias de recuperação da economia dos Estados Unidos, o dólar fechou em queda de 0,48% ante o real, cotado a R$ 2,219.

Leia mais notícias em Economia


Como já aconteceu nas outras vezes em que as sondagens mostraram que Dilma perde terreno na corrida pela reeleição, a alta da bolsa foi puxada pelas ações das empresas estatais, fortemente prejudicadas pela postura intervencionista e casuística da presidente na economia. Os papéis preferenciais da Petrobras, que enfrenta problemas de caixa devido ao controle artificial do preços dos combustíveis exercido pelo governo, tiveram ganho de 6,2%. Outras ações de grande peso no Ibovespa também dispararam, como a preferencial da Vale, com elevação de 3,5%. A tendência de alta, no entanto, foi generalizada. Apenas 6 das 72 ações que compõem o Ibovespa fecharam em baixa. O giro financeiro também foi elevado: R$ 9,97 bilhões.

De acordo com as informações que circularam no mercado, além da queda da presidente na preferência dos eleitores, a sondagem apontaria um avanço significativo de seus principais oponentes, em particular do senador mineiro Aécio Neves, do PSDB. O cenário deu mais consistência à hipótese de que Dilma não será agraciada pelas urnas com um segundo mandato e consolidou a tendência de alta iniciada em meados de março. Desde então, a bolsa lidera o ranking dos investimentos mais rentáveis. “Estamos falando em uma alta de cerca de 17% em 32 pregões. Isso é muito considerável. Se você investir em renda fixa, vai render no máximo 12% ao ano”, comparou o chefe da mesa de operações da corretora Intrader, Leandro Silvestrini.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (5) comentários

Autor: Cesar Mendonça
ATENÇÃO: A violência CORRE SOLTA em Santa Maria, sabem por quê? Porque NÃO EXISTE ADMINISTRADOR REGIONAL, tampouco POLICIAMENTO PREVENTIVO, esta cidade está ABANDONADA, como uma favela de terceiro mundo, incrível como os distritais e o governador não enxergam isso, descaso, desculpem o desabafo. | Denuncie |

Autor: Adelino Filho
O Brasil está acordando. | Denuncie |

Autor: Adelino Filho
PT foi o maior retrocesso da história desse país em todos os sentidos. FORA DILMA, FORA PT. | Denuncie |

Autor: Imelton Azevedo
O PT é um flagelo tão grande que , apenas a expectativa de perder as eleições, já produz resultados positivos na economia. Vamos esperar outubro e virar para sempre, essa página triste da nossa história. | Denuncie |

Autor: Emanuel Dantas
Dizer que a bolsa subiu em função da queda nas pesquisas da Presidenta Dilma, foi a maior ignorância que já li! Devíamos ter comentários mais produtivos! | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas