publicidade

Em oito anos, conta-petróleo acumula deficit de US$ 53,3 bilhões

Diferença acumulada entre importações e exportações de petróleo desde 2006 não deixa dúvidas de que suposta conquista anunciada por Lula em 2006 foi reprovada na prática

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 07/05/2014 08:58 / atualizado em 07/05/2014 09:05

Simone Kafruni

O anúncio da suposta conquista de autossuficiência em petróleo do Brasil, feito em abril de 2006 pelo presidente à época, Luiz Inácio Lula da Silva, funcionou como uma maldição para o país, tanto quanto a descoberta do pré-sal. Em oito anos, a conta-petróleo, que faz o balanço entre exportações e importações do produto, acumula deficit de US$ 53,3 bilhões. Apenas no primeiro trimestre de 2014, o rombo é de US$ 4,5 bilhões. Da mesma forma, desde que descobriu os campos do pré-sal, a Petrobras viu sua produção, estagnada desde 2010, começar a cair, com recuo de 2,1% em 2012 sobre 2011 e de 2,3% no ano passado sobre o período anterior.

Para o professor de geologia do petróleo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) René Rodrigues, foi prematuro anunciar a autossuficiência, uma vez que o Brasil tinha refinarias para transformar um tipo de petróleo mais leve em combustíveis como gasolina, diesel e querosene. E a maior parte de óleo que o Brasil passou a extrair é pesado e mais barato no mercado mundial. “As apostas foram erradas”, sublinhou.

Leia mais notícias em Economia

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

publicidade