publicidade

Oferta de empregos com carteira assinada é a menor dos últimos 15 anos

De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, a queda foi de 46,48%

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 22/05/2014 08:46

Antonio Temóteo

Com a economia em ritmo lento, o país teve em abril a menor geração de empregos formais para o mês nos últimos 15 anos. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), 105.384 trabalhadores tiveram a carteira assinada, uma queda de 46,48% em comparação com o mesmo período de 2013, quando haviam sido abertas 196.913 vagas. Diante desses dados, o ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, admitiu que, no fim do primeiro semestre, poderá rever a projeção oficial para 2014.

A previsão do governo é de que serão gerados 1,4 milhão de empregos neste ano, mas a meta já começa a ser abandonada. Técnicos do próprio ministério observam que vários sinais reforçam essa tendência. De janeiro a abril, foram feitas 458.145 contratações, se forem consideradas as declarações entregues pelas empresas depois do prazo, contra 549.064 nos quatro primeiros meses de 2013. Apesar disso, a estimativa para 2014 ainda é maior do que o resultado alcançado no ano passado, quando 1,1 milhão de postos de trabalho foram abertos.

Leia mais notícias em Economia

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade