publicidade

Governo central consegue atingir meta do superávit primário em 4 meses

Os quatro primeiros meses do ano somaram R$ 29,6 bilhões a serem utilizados para pagar os juros da dívida pública

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 29/05/2014 14:35

Bárbara Nascimento

O governo central (composto por Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) conseguiu bater a meta de superávit primário prevista para o primeiro quadrimestre. Em abril, o governo fechou as contas com saldo positivo (a arrecadação foi maior do que as despesas) de R$ 16,6 bilhões. Com isso, os quatro primeiros meses do ano somaram R$ 29,6 bilhões a serem utilizados para pagar os juros da dívida pública. Para cumprir com a meta de superávit primário de R$ 80,8 bilhões para o ano de 2014, o governo precisava fechar o período de janeiro a abril com pelo menos R$ 28 bilhões.

Leia mais notícias em Economia

O Tesouro Nacional e o Banco Central apresentaram superávit de R$ 19,6 bilhões e R$ 109,1 milhões, respectivamente. A Previdência Social teve déficit de R$ 3,1 bilhões. No total, a receita do governo central aumentou 19,8%, ou R$ 18,5 bilhões. O principal motivo apontado pelo Tesouro Nacional é a arrecadação sazonal de impostos que ocorre em abril. As despesas do governo central também tiveram acréscimo: subiram 3,4%, ou R$ 2,6 bilhões.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade