Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Mesmo com alta dos juros, inflação persiste e fica perto do teto da meta Apesar de terem elevado significativamente o custo do dinheiro, os 12 meses de alta contínua da Selic ainda não atingiram seu principal objetivo, que era reduzir a pressão inflacionária

Simone Kafruni

Publicação: 30/05/2014 06:01 Atualização:



Um dia após ter decidido manter a taxa Selic em 11% ao ano, interrompendo o ciclo de aumento iniciado em abril do ano passado, o Banco Central (BC) mostrou, ontem, o reflexo que um ano seguido de alta dos juros básicos da economia teve no custo dos empréstimos bancários. A taxa média das linhas de crédito para pessoas físicas subiu pelo quarto mês seguido, em abril, batendo em 42% ao ano, o maior nível desde 2011. Os juros do cheque especial também atingiram, no mês passado, o maior patamar desde abril de 2012, de 161,8% ao ano. No cartão de crédito, o custo é ainda maior: 232%.

Apesar de terem elevado significativamente o custo do dinheiro, os 12 meses de alta contínua da Selic ainda não atingiram seu principal objetivo, que era reduzir a pressão inflacionária. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) continua próximo do teto da meta do governo, de 6,5%, como acontecia um ano atrás. Para o economista-chefe do INVX Global Partners, Eduardo Velho, a política monetária só conseguiu segurar a inflação abaixo do limite de tolerância, mas tem se mostrado ineficaz — na ausência de outras medidas do governo para controlar a expansão da demanda, como a moderação dos gastos públicos, sob responsabilidade do Ministério da Fazenda —, para levar o índice à meta central, de 4,5%.

“O mercado de trabalho está aquecido e os rendimentos em alta. Por isso, a pressão inflacionária não cede. Seriam necessárias reformas estruturais para conter a alta dos preços. Tudo ficou sob responsabilidade do BC, que, sozinho, já mostrou que não consegue. Mas o ciclo de elevação da Selic, certamente, impediu que a carestia estivesse estourado o teto”, avaliou o economista.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas