Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Emprego e renda vão ditar ritmo e o nível de calote nos bancos De cada R$ 10, R$ 4,5 são destinados ao pagamento de empréstimos. Comprometimento do orçamento doméstico com esse tipo de despesa pode aumentar

Diego Amorim

Publicação: 08/06/2014 08:00 Atualização: 07/06/2014 19:15

Na casa de Cícera Souza, a regra é fugir de qualquer financiamento (Bruno Peres/CB/D.A Press)
Na casa de Cícera Souza, a regra é fugir de qualquer financiamento

Com a economia enfraquecida, os trabalhadores não poderão contar com aumentos reais significativos daqui por diante para acomodar dívidas no orçamento. A inflação insistentemente acima de 6% e os novos patamares dos juros mexeram na prioridade das famílias, que trocaram o consumo pela administração de dívidas recordes. A perspectiva é de que o comprometimento da renda com débitos aumente nos próximos meses e sufoque ainda mais o poder de compra dos brasileiros, sobretudo se o desemprego subir e a recessão no país se concretizar.

Leia mais notícias em Economia

Atualmente, R$ 4,5 de cada R$ 10 do rendimento das famílias, em média, estão reservados para o pagamento de empréstimos bancários, incluindo a casa própria. A escalada da taxa básica de juros (Selic), de 7,25% para 11% ano, levou as instituições financeiras a cobrarem os maiores encargos em dois anos da clientela, o que, na opinião do economista-chefe da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Carlos Thadeu de Freitas Gomes, deve tornar a vida dos devedores ainda mais difícil.

A segurança no emprego, sustenta o especialista, será uma variável determinante para o nível de calote nos bancos. “O problema é que as pessoas se endividaram muito com o crédito longo”, comenta Freitas Gomes. O contraponto positivo nesse cenário, acrescenta, é que as famílias estão mais prudentes com as finanças e, endividadas até o pescoço, passaram a demandar menos crédito. Na casa de Cícera Souza, 78 anos, por exemplo, a regra, sem qualquer chance de negociação, é fugir de qualquer tipo de empréstimo.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas