Economia
  • (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

JBS sai da disputa por compra de empresa de embutidos nos Estados Unidos A Tyson Foods apresentou uma nova oferta, oferecendo 63 dólares em dinheiro por ação, superando a proposta feita pela Pilgrim's Pride's, de 55 dólares por ação

France Presse

Publicação: 09/06/2014 17:14 Atualização:

A Pilgrim's Pride, subsidiária americana da empresa brasileira JBS, retirou-se nesta segunda-feira (9/6) da disputa pela compra da fabricante de embutidos Hillshire Brands depois de sua rival Tyson Foods ter apresentado uma nova oferta.

A Tyson ofereceu 63 dólares em dinheiro por ação, superando a proposta feita pela Pilgrim's Pride's, de 55 dólares por ação. Com a nova oferta, a Pilgrim's, maior processadora de frango do mercado, deixa a disputa que já durava duas semanas.

As duas companhias, que pertencem à indústria de processamento - menos lucrativa -, buscavam lucros mais altos e renda mais estável com a aquisição da marca de alimentos processados Hillshire Brands.

A oferta da Tyson soma 8,6 bilhões de dólares, incluindo a dívida da Hillshire. O valor é bem superior aos 6,4 bilhões de dólares oferecidos pela subsidiária da JBS no dia 27 de maio.

A Hillshire, fabricante das salsichas Jimmy Dean e da marca de cachorros-quentes Ball Park, confirmou a nova proposta, mas evitou de aceitá-la formalmente.

Para a Pilgrim's, a oferta apresentada pela Tyson tornou-se muito alta. "Como comprador disciplinado, decidimos, considerando os interesses de nossos acionistas, não elevar a proposta de 55 dólares em dinheiro por ação", disse Bill Lovette, chefe-executivo da Pilgrim's em um comunicado.

Para aceitar a oferta da Tyson, a Hillshire precisa desfazer o compromisso firmado em maio para assumir outra marca do mercado de alimentos, a Pinnacle Foods.

Leia mais notícias em Economia

A Tyson afirmou que sua oferta tem como condição que a Hillshire cancele a aquisição da Pinnacle. Esta é expectativa, tendo em vista o novo valor oferecido pela Tyson. Caso o compromisso com a Pinnacle seja desfeito, a Hillshire deverá pagar uma multa rescisória de 163 milhões de dólares.

A Tyson informou que a integração dos dois negócios resultará em uma economia de 300 milhões de dólares para a companhia. As operações de processamento de carne de porco devem ganhar com "a demanda estável e consistente por matérias- primas usadas nos produtos com valor agregado da marca Hillshire Brands."

"A aquisição da Hillshire Brands representa um momento decisivo para a Tyson Foods", disse Donnie Smith, presidente e chefe-executivo da Tyson.

"Nossa estratégia é a de crescer no negócio de alimentos processados, e desejamos a liderança, justamente como somos no mercado de frango. Agora teremos as icônicas marcas número um e número dois em diversas categorias (de alimentos processados)."

A proposta da Tyson de 63 dólares por ação foi 70,5% superior ao preço dos papéis da Hillshire logo após o anúncio de aquisição da Pinnacle.

A maior oferta fez com que as ações da Hillshire saltassem 4,9%, 61,85 dólares nesta segunda-feira.

Enquanto isso, as ações da Tyson caíram 5,2%, para 38,05 dólares, e os papéis da Pilgrim recuaram 6%, a 24,62 dólares. A Pinnacle teve alta de 0,5%, a 31,79 dólares.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »
Termos de uso

Envie sua história e faça parte da rede de conteúdo dos Diários Associados.
Clique aqui e envie seu vídeo, foto, podcast ou crie seu blog. Manifeste seu mundo.

PUBLICIDADE



  • Últimas notícias
  • Mais acessadas