publicidade

Baixo desempenho do comércio antecipa temporada de liquidações

Com vendas em baixa, comércio investe em liquidações para acabar com estoque parado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 13/06/2014 07:14

Rodolfo Costa

Nem a euforia com a Copa do Mundo e com o Dia dos Namorados foi suficiente para reanimar a maioria dos comerciantes em junho. Com descontos de 30% a 60%, a regra em muitas lojas é queimar estoques e estimular a demanda dos consumidores, antes que se afastem dos grandes centros comerciais durante o evento esportivo.

Leia mais notícias em Economia

Numa loja de óculos e relógios em Brasília, a vitrine promete preços 30% menores nas compras à vista. A promoção, segundo a gerente Cirene Ribeiro, revelou o pessimismo do comércio em relação à economia do país. “Tivemos que fazer isso porque maio não foi bom, mesmo com o Dia das Mães, e junho, até agora, também não tem ajudado”, lamentou.

Para tentar tirar a atenção do consumidor da Copa, uma loja que vende peças de vestuário antecipou um bazar típico que realiza a cada seis meses, antes da chegada da nova coleção. Previsto para o fim de julho, a empresa liquidar tudo desde o fim de maio, com descontos de até 60%. “Tentando ser otimista, espero crescimento de 10% em junho sobre o último mês”, afirmou o gerente, Marcelo Borges.

A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui.

 

publicidade

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade