publicidade

Ministro da Argentina anuncia que país não pagará próxima parcela da dívida

A Corte de Apelações do Segundo Distrito de Nova York ordenou nesta quarta que seja executada a condenação à Argentina, que deve pagar aproximadamente 1,3 bilhão de dólares

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 18/06/2014 23:54

France Presse

Buenos Aires - O ministério da Economia da Argentina anunciou nesta quarta-feira que não poderá honrar o próximo pagamento da sua dívida reestruturada, previsto para 30 de junho, em Nova York, devido à decisão de um tribunal dos Estados Unidos de suspender uma medida cautelar.

Leia mais notícias em Economia


A Corte de Apelações do Segundo Distrito de Nova York ordenou nesta quarta que seja executada a condenação à Argentina, que deve pagar aproximadamente 1,3 bilhão de dólares aos fundos especulativos em um litígio que remonta aos meses posteriores à moratória declarada pelo país em 2001.

"A suspensão do 'stay' (medida cautelar) por parte da justiça impossibilita o pagamento em Nova York da próxima parcela da dívida reestruturada e revela a ausência de vontade de negociação em condições distintas às obtidas na sentença ditada pelo juiz Griesa", destaca o ministério da Economia.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade