publicidade

Bruxelas autoriza compra da E-Plus pela Telefónica com condições

A Comissão estava preocupada com a concentração, que unirá a segunda e a terceira operadoras de telefonia móvel na Alemanha

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 02/07/2014 11:09

France Presse

Bruxelas - A Comissão Europeia autorizou nesta quarta-feira (2/7), com condições, a compra da operadora alemã de telefonia E-Plus, filial do grupo holandês KPN, por parte da espanhola Telefónica.

"As soluções com as quais a Telefónica se comprometeu garantem que a aquisição da E-Plus não prejudicará a concorrência nos mercados de telecomunicações da Alemanha", disse o comissário europeu da Concorrência, Joaquín Almunia .

A Comissão estava preocupada com a concentração, que unirá a segunda e a terceira operadoras de telefonia móvel na Alemanha (as outras são Deutsche Telekom e Vodafone). Para responder às dúvidas de Bruxelas, a Telefónica fez várias concessões.

Leia mais notícias em Mundo

O grupo espanhol se comprometeu a vender, antes da conclusão da aquisição, até 30% da capacidade de rede da empresa resultante da concentração a uma ou várias operadoras de telefonia virtuais na Alemanha.

Isto permitirá a criação de novas operadoras deste tipo (sem rede própria) para estimular a concorrência.

A Telefónica também se comprometeu a ceder parte das frequências e determinados ativos, além de oferecer no futuro serviços de 4G a todas as operadoras.

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade