publicidade

Camex restabelece alíquota de 10% na compra de trigo fora do Mercosul

O benefício que zerou a alíquota deixa de valer nesta sexta-feira

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

postado em 14/08/2014 21:14

Agência Brasil

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, decidiu hoje (14) não renovar a alíquota zerada para o imposto de importação de trigo de países de fora do Mercosul. O benefício, limitado a uma cota de 1 milhão de toneladas do produto, deixa de valer amanhã (15).

A medida havia sido aprovada em junho para garantir o abastecimento do mercado brasileiro e impedir possível alta de preços do produto e seus derivados. Em função de problemas de safra no Mercosul, com destaque para a Argentina, principal fornecedor, os importadores brasileiros estavam sendo obrigados a recorrer ao trigo de países como Estados Unidos e Canadá.

Pelo fato de eles não pertencerem ao Mercosul, o produto entrava no país pagando tarifa de 10%, onerando os importadores. A isenção da alíquota de importação nos dois últimos meses tinha validade até amanhã, e com a decisão da Camex, de não renovar a alíquota zerada, a cobrança de 10% será restabelecida.

publicidade

Tags:
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade