SIGA O
Correio Braziliense

publicidade

Grupo chinês Wanda compra produtora do Globo de Ouro

O grupo americano passará ao controle de Wanda por um bilhão de dólares, segundo comunicado oficial

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 04/11/2016 13:05

Pequim, China - O grupo chinês Wanda, em plena expansão de compras em Hollywood, anunciou nesta sexta-feira a compra da produtora de televisão americana Dick Clark Productions, dona dos direitos dos Golden Globes, confirmando assim seu profundo interesse pela indústria do entretenimento. O grupo americano passará ao controle de Wanda por um bilhão de dólares, segundo comunicado oficial.

"Esta compra marca uma etapa maior na expansão de Wanda no setor do entretenimento", explicou o conglomerado chinês. Wanda, que também investe no setor imobiliário, comprou no início do ano o estúdios de Hollywood Legendary Entertainment (de Jurassic World, Batman e Godzilla, entre outros) por 3,5 bilhões de dólares. Wanda ingressa assim no setor da produção audiovisual. Além do Globo de Ouro, a Dick Clark é proprietária dos direitos televisivos de transmissão de eventos como os American Music Awards ou o Miss America e produz programas de sucesso como "So You Think You Can Dance".

"A obtenção dos direitos de produção televisionada aporta um complemento e um desenvolvimento coordenado com as orientações atuais do Wanda ao cinema, ao turismo e à indústria esportiva", informou o grupo chinês que promete um "forte aumento" das receitas e dos lucros de Dick Clark. A empresa americana conservará seus atuais diretores, segundo a Wanda, dirigida por Wang Jianlin, um dos homens mais ricos da China. Ele começou no ramo imobiliário, mas nos últimos anos ampliou sua atividade para os setores de entretenimento e esportes.

Em 2012, ele comprou por 2,6 bilhões de dólares a cadeia de salas de cinema  AMC, que, por sua vez, comprou mais tarde por 1,2 bilhão de dólares o grupo de cinemas Odeon & UCI, com sede em Londres. Em setembro, assinou uma associação estratégica com a Sony Pictures para investir em filmes nas quais Wanda "insistirá em um componente chinês". O gigante chinês se apresenta como a maior operadora de salas de cinema e maior empresa esportiva do mundo.

- Setor imobiliário em uma "bolha" -
A diversificação de seus produtos em direção ao setor de entretenimento é uma prioridade em meio à incerteza do mercado imobiliário, ressaltou Li Jiachao, da consultoria DealGlobe. O setor imobiliário tem alimentado a economia chinesa, mas o aumento dos preços preocupa os observadores. O dono do Wanda acredita, inclusive, que a China enfrenta "a maior bolha [imobiliária] da história".

"Wanda, como muitos outros investidores chineses, se deu conta de que a cultura e os meios comunicação são a nova tendência", estimou Li Jiachao. "Os chinesses fazem mais dinheiro e tendem a gastá-lo mais do que outros no esporte e no entretenimento", acrescentou.

Leia mais notícias em Economia

Este ano, o Wanda Sports destinou 45 milhões de euros para comprar 20% da equipe de futebol espanhol Atlético de Madri. A companhia também desembolsou 1,05 bilhão de euros para comprar a agência de marketing esportivo Infront, que cuida da comercialização dos direitos televisivos da Copa do Mundo.

Wang Jianlin, de 62 anos, tem uma fortuna estimada em 31,6 bilhões de dólares, de acordo com a última classificação da Bloomberg. Ele é a segunda pessoa mais rica da China, atrás de Jack Ma, dono do Alibaba.

Por Agência France Presse

publicidade

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.

publicidade