Discussão sobre calendário do parecer da Previdência atrasa sessão

Neste momento, deputados da oposição conversam com o relator e parlamentares da base para tentar um "acordo de procedimentos"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 19/04/2017 10:34

A sessão da comissão especial da reforma da Previdência na Câmara desta quarta-feira, na qual será lido o parecer do relator deputado Arthur Maia (PPS-BA), ainda não começou por causa de um impasse entre parlamentares da oposição e da base aliada em relação ao rito da matéria no colegiado. 

A oposição pediu ao relator que, após a leitura nesta quarta, o relatório seja discutido na próxima semana e só seja votado na semana seguinte no colegiado. O governo, porém, quer que a discussão e a votação do parecer ocorram já na próxima semana, para que a proposta possa ser votada no plenário da Casa a partir de 8 de maio.

Neste momento, deputados da oposição conversam com o relator e parlamentares da base para tentar um "acordo de procedimentos".

Se não chegarem a um entendimento, a oposição promete tentar protelar a votação, por meio de um "kit obstrução", com longos discursos e apresentação de requerimentos de retirada de pauta ou adiamento de discussão.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.