Plano Safra 2017/2018 disponibilizará R$ 190,25 bilhões em crédito rural

Em cerimônia no Palácio do Planalto, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, destacou que o plano lançado não é só para atender às culturas de soja, milho e algodão

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 07/06/2017 13:34 / atualizado em 07/06/2017 13:40

O governo federal lançou nesta quarta-feira (7/6) o Plano Agrícola e Pecuário 2017/2018. Serão ofertados R$ 190,25 bilhões para médios e grandes produtores acessarem o crédito rural entre 1º de julho deste ano a 30 de junho de 2018. Os juros, por sua vez, foram reduzidos entre um a dois pontos percentuais, dependendo da operação de financiamento.


Em cerimônia no Palácio do Planalto, o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Blairo Maggi, destacou que o plano lançado não é só para atender às culturas de soja, milho e algodão. “É para a agricultura como um todo”, destacou.


Com os resultados já divulgados do Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre, em que somente a geração de riquezas da agropecuária avançou 13,4%, Maggi ressaltou que o plano safra se consolida como uma importante política do governo federal. “Tivemos um plano safra salvando, literalmente, a economia brasileira. E eu espero que nós, agricultores e pecuaristas, pessoas ligadas ao agro, possam, junto com a agricultura familiar, tornar cada vez mais o país um país agrícola e que produz alimentos e exportador”, declarou.

 

Leia mais em Economia 


O volume de crédito para custeio e comercialização do programa será de R$ 150,25 bilhões, sendo R$ 116,25 bilhões com juros a taxas fixadas pelo governo, e R$ 34 bilhões com juros livres entre instsituição financeira e produtor. Já os recursos destinados para investimento avançaram 12%, subindo de R$ 34,05 bilhões para R$ 38,15 bilhões.

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.