Falta de quórum cancela reunião do FI-FGTS que anunciaria retorno recorde

Segundo a assessoria de imprensa, a falta de quórum impediu a realização do encontro do grupo que administra parte dos recursos do FGTS e investe o dinheiro do trabalhador em projetos de infraestrutura

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 26/07/2017 13:10

A reunião do Comitê de Investimentos do Fundo de Investimento do FGTS (FI-FGTS) marcada para esta quarta-feira (26/7), na sede da Caixa Econômica Federal foi cancelada. Segundo a assessoria de imprensa, a falta de quórum impediu a realização do encontro do grupo que administra parte dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e investe o dinheiro do trabalhador em projetos de infraestrutura.

Nesta terça-feira (25/7), o Estadão/Broadcast antecipou que o FI-FGTS registrou rentabilidade recorde de 8,3% em 2016, segundo balanço que seria apresentado nesta quarta. Trata-se do maior retorno do FI-FGTS, criado em 2007, no começo do segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva, para propiciar aos trabalhadores com carteira assinada - cotistas do fundo - rentabilidade superior aos 3% ao ano mais TR que remunera as aplicações do FGTS.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.