Maia crê na aprovação da reforma da Previdência após denúncia contra Temer

O presidente em exercício afirmou que toda reforma da Previdência é polêmica e admitiu que a questão da denúncia de um presidente da República é um "tema difícil para todos"

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 31/08/2017 18:12

O presidente da República em exercício, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta quinta-feira (31/8) acreditar na aprovação da reforma da Previdência após a segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente Michel Temer (PMDB). "Eu sou otimista, acho que depois da segunda denúncia a gente vai ter condição, sim, de aprovar uma reforma da Previdência que sinalize aos investidores um País sério, que não vai nos próximos anos caminhar para a falência ou uma moratória", disse Maia.
 
 
O presidente interino defendeu a reforma da Previdência: "Quando a gente reclama que falta dinheiro para a saúde, para a educação, as pessoas infelizmente ainda não fazem uma conexão de que sem a reforma da Previdência vai faltar mais, e vai faltar dinheiro para pagar salário, porque a cada ano são R$ 50 bilhões, R$ 60 bilhões de gastos a mais da Previdência para poucos. Esse gasto não vem para os mais pobres, vem para os que ganham os melhores salários", disse Maia.

Ele acrescentou que toda reforma da Previdência é polêmica e admitiu que a questão da denúncia de um presidente da República é um "tema difícil para todos". "Eu sou muito otimista, tenho muita convicção que só teremos um Estado com credibilidade se as nossas contas estiverem equilibradas", concluiu.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.