Por falta de quórum, Senado paralisa sessão plenária que poderá votar TLP

O governo defende a aprovação da MP, que cria a Taxa de Longo Prazo para substituir a Taxa de Juros de Longo Prazo nos financiamentos concedidos pelo BNDES

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 05/09/2017 15:42

Apesar de ter sido aberta por volta das 14h pelo senador João Alberto Souza (PMDB-MA), a sessão deliberativa do Senado foi paralisada por falta de parlamentares no plenário. Embora o painel registre a presença de 33 dos 81 senadores, devido à continuidade de debates em comissões, nenhum deles está no plenário no momento. 
 
 
O governo tem a expectativa de que o Senado vote nesta terça-feira (5/9) a Medida Provisória 777, que cria a Taxa de Longo Prazo (TLP) para substituir a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) nos financiamentos concedidos pelo BNDES. A proposta, que institui a nova taxa para as operações realizadas a partir de janeiro de 2018, já foi aprovada pela Câmara dos Deputados. 

A votação da TLP é o primeiro item da pauta da sessão deliberativa, mas isso só deve ocorrer após as falas iniciais dos senadores. Dos 11 parlamentares inscritos, apenas Valdir Raupp (PMDB-RO) discursou logo na abertura da sessão, antes dos trabalhos em plenário serem paralisados.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.