Mudança nas regras faz passagem aérea cair entre 7% e 30%, afirma Abear

Associação Brasileiras das Empresas Aéreas estima que preço médio do bilhete pode ficar abaixo de R$ 300 por conta da cobrança de bagagem

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/09/2017 11:16


 
O preço das passagens aéreas caiu de 7% a 30% nos voos domésticos desde que a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) implementou novas regras, entre elas a cobrança de bagagem, em junho. Com isso, a tarifa média na aviação pode ficar abaixo de R$ 300 este ano, anunciou, nesta quinta-feira, 21, o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz. 

A queda no tíquete médio foi de 2,6% no primeiro semestre. "No segundo semestre, a redução pode chegar a 7% e, pela primeira vez, poderemos ter uma tarifa média inferior a R$ 300", estimou Sanovicz. No primeiro semestre, o preço médio das passagens aéreas ficou em R$ 323, 2,6% menor do que nos seis primeiros meses de 2016.

Dados da associação mostram que 65% dos passageiros viajam sem bagagem na Gol, 63% na Latam e 60% na Azul. A Avianca iniciará a cobrança de bagagem na próxima semana. 

Demanda


Conforme a Abear, a demanda por voos domésticos no Brasil cresceu 5,51% em agosto na comparação com o mesmo mês de 2016. Já a oferta de voos domésticos subiu 3,65% no mesmo período.

De janeiro a agosto, a demanda por voos domésticos acumula crescimento de 1,98% e a oferta registra alta de 0,94% na comparação com igual período do ano passado.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.