Tesouro paga R$ 309,72 milhões em garantias do Estado do Rio em setembro

Os valores já superam o total bancado pela União em todo o ano passado

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 16/10/2017 17:28

Em meio às permanentes dificuldades financeiras, o Estado do Rio de Janeiro precisou que o Tesouro Nacional pagasse em seu lugar R$ 309,72 milhões em dívidas com bancos e instituições multilaterais no mês de setembro. O valor corresponde a 96,75% dos R$ 320,1 milhões em garantias que foram honradas pela União no mês passado, segundo relatório divulgado nesta segunda-feira (16/10), pelo órgão.

Com o valor de setembro, o montante de garantias honradas pelo Tesouro este ano chegou a R$ 2,613 bilhões, sendo R$ 2,563 bilhões apenas em dívidas do governo fluminense. Os valores já superam o total bancado pela União em todo o ano passado.

O Rio de Janeiro teve seu plano de recuperação fiscal homologado no início de setembro. Pelas regras do regime, o Estado pode deixar de pagar sua dívida com a União por três anos. Durante igual período, o Tesouro Nacional banca seus débitos junto a bancos e instituições multilaterais, e a conta é paga posteriormente pelo Estado em parcelas crescentes, com correção e juros.

Até o momento, o Rio é o único Estado que apresentou seu plano à União. O Rio Grande do Sul está em tratativas com o Tesouro Nacional para aderir à recuperação fiscal, mas já obteve liminar no Supremo Tribunal Federal (STF) que autoriza a suspensão do pagamento da dívida. No entanto, o Rio Grande do Sul ainda não deixou de pagar nenhuma parcela de suas dívidas com bancos.

Além do Rio de Janeiro, o Tesouro Nacional precisou em setembro honrar garantias do Estado de Roraima (R$ 8,19 milhões) e da prefeitura de Natal (R$ 2,19 milhões).

Esses entes também são os únicos a terem dívidas honradas pela União no acumulado do ano: R$ 30,5 milhões no caso de Roraima e R$ 19,74 milhões no caso de Natal.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.