Leite, macarrão e tomate lideram itens mais baratos esta semana no DF

O leite pode ser encontrado por preços até 17% mais baratos nos mercados brasilienses

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 21/10/2017 08:00 / atualizado em 21/10/2017 12:53

 

Marcelo Ferreira/CB/D.A Press


Mesmo com a desaceleração da queda dos preços de alimentos, o consumidor ainda pode se beneficiar da redução de custos de muitos produtos, de acordo com pesquisa realizada pelo Correio em supermercados da capital. Segundo o levantamento, itens como leite, macarrão e tomate foram destaques nesta semana.


O leite, item que, de acordo com o IPCA-15, do IBGE, teve queda de 3,52%, em média, em todo o país, pode ser encontrado por preços até 17% mais baratos do que os da semana passada nos mercados brasilienses. O litro do produto era vendido por R$ 1,79 no supermercado Supercei, na Ceilândia. Já o tomate está com redução de até 25%, variando de R$ 1,99 a R$ 4,98 o quilo. Para quem quer pagar menos pelo item, o mercado mais barato é o Veneza, no Cruzeiro. Já o macarrão está com preços abaixo de R$ 2,00. No supermercado Carrefour, em Taguatinga, por exemplo, a fruta pode ser comprada por R$ 1,79, ou seja, 25% mais em conta do que na semana passada.

Para o consumidor que tem que lidar com aumentos constantes de preços tanto nos mercados, como em postos de combustíveis, no transporte e a em contas de água e luz, qualquer economia é bem-vinda. “O leite está mais barato esses dias e já vai ser um produto que vou levar nas compras de casa”, conta a dona de casa Maria de Souza, 65. Para ela, o truque é estocar itens não perecíveis que estão mais baratos. “O tomate está com o preço bom, mas não vou levar em grande quantidade porque sei que estraga. Agora, o leite vou comprar mais, já que eu posso manter guardado por bastante tempo”, explicou.

A economista Valéria Salviano, 50 anos, tenta ir atrás das promoções para reduzir a conta do mercado. “Está tudo muito caro e, para economizar dinheiro com alimentação, que é essencial, eu tento ir atrás de promoções. Sempre venho nos dias em que há oferta de frutas, porque sei que vou encontrar um preço melhor”, disse.

Segundo o educador financeiro Bruno Chacon, ir ao supermercado em dias de promoção é uma boa alternativa para fugir de preços altos. “Se na sexta-feira é dia de desconto da carne, por exemplo, vale a pena comprar esse produto nesse dia específico”, aconselha.

 

Compare e economize

Supermercados do DF vendem produtos para diversos bolsos. Na tabela estão listados os preços mais baixos e os mais altos de cada estabelecimento, independentemente da marca 

 

 



*Estagiária sob supervisão de Odail Figueiredo

Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.