Protesto contra reforma da Previdência em frente à casa de Maia

Manifestantes protestam em frente à residência oficial do presidente da Câmara dos Deputados, onde Temer janta com ministros e deputados

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS
Preencha todos os campos.

postado em 03/12/2017 19:46 / atualizado em 03/12/2017 19:57

Alessandra Azevedo/CB/D.A Press

 
Manifestantes contrários à reforma da Previdência decidiram protestar, neste domingo (3/12), contra as alterações nas regras da aposentadoria em frente à residência oficial da Câmara dos Deputados, no Lago Sul, onde foi marcado um jantar com a presença de Michel Temer, deputados e ministros.
 
 
Um grupo de aproximadamente 50 servidores da Federação dos Trabalhadores em Educação das Instituições Públicas de Ensino Superior (Fesubra) foi até o local. Além de vaias às autoridades que chegavam, eles gritavam frases como "Não tem arrego, você tira a Previdência e eu tiro seu sossego" e pediam "Fora, Temer".

"A ideia é pressionar para não que não votem a reforma, mesmo que mais enxuta. Não tem justificativa para fazer uma reforma em 2017, sendo que já houve uma em 2012. Não tem nada a ver com combater privilégios", disse o diretor de organização sindical da Fasubra, André Gonçalves. Duas viaturas da PM estavam próximo aos manifestantes.
 
 
 

Estratégia para conseguir apoio 


O jantar, patrocinado pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), é uma das ações planejadas pelo governo e por sua base aliada para conquistar os 308 votos necessários para a aprovação da medida na Casa. Eunício Oliveira (PMDB-CE), presidente do Senado, onde o texto será analisado caso passe pela Câmara, também foi convidado. 

“Funcionará como um pente grosso para saber quem precisará fazer o quê. A partir das estratégias, cada um dos soldados sairá a campo para convencer as pessoas. No outro domingo, dia 10, será a vez do pente-fino para descobrir o que falta”, explicou um aliado do presidente ao Correio.
Comentários Os comentários não representam a opinião do jornal;
a responsabilidade é do autor da mensagem.