Publicidade

Estado de Minas

Petrobras anuncia redução de 4,6% nos preços do GLP industrial

A mudança reflete a queda nas cotações internacionais do produto, por conta da proximidade do fim do inverno na Europa, onde o produto é usado para aquecimento


postado em 05/02/2018 17:08 / atualizado em 05/02/2018 17:22

(foto: YASUYOSHI CHIBA )
(foto: YASUYOSHI CHIBA )

 

A Petrobras decidiu reajustar os preços de comercialização às distribuidoras do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) destinado aos usos industrial e comercial, no percentual médio de -4,6% e vigência a partir desta terça-feira (6/2).

Segundo a companhia, a alteração é necessária por conta da queda nas cotações internacionais do produto, que reflete a proximidade do fim do inverno na Europa, onde é usado para o aquecimento das casas e estabelecimentos. Com o frio dando uma trégua houve o consequente arrefecimento da demanda pelo derivado.

 

Leia as últimas notícias de Economia

 

“A Petrobras esclarece que este reajuste não se aplica aos preços de GLP destinado ao uso residencial, comercializado pelas distribuidoras em botijões de até 13kg (conhecido como P13 ou gás de cozinha)”, informou a companhia.

 

As empresas associadas ao Sindigás informaram que, de acordo com as informações que receberam da Petrobras, a redução será entre 4,2% e 4,9%, dependendo do polo de suprimento.

Em nota, o Sindigás reforçou que “falta uma política de preços para o GLP empresarial, o que faz persistir a diferença de preços em relação ao residencial e, ainda, o ágio cobrado pela Petrobras em relação ao preço praticado no mercado internacional para o produto”.

Pelos cálculos do sindicato, o valor do GLP empresarial está 32,82% acima da paridade de importação e 35,20% mais caro em relação ao gás comercializado em botijões de 13kg.
 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade